Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Ucrânia. Deputados do PS e PSD pedem diligências para a visita a Kyiv

Deputados dos grupos parlamentares do PS e do PSD pediram hoje ao presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros para organizar a comitiva de deputados que irá visitar o parlamento ucraniano, a convite do Governo daquele país.

Ucrânia. Deputados do PS e PSD pedem diligências para a visita a Kyiv
Notícias ao Minuto

14:01 - 13/05/22 por Lusa

Política Ucrânia

Num requerimento dos dois partidos, os deputados socialistas Paulo Pisco, Francisco César e Edite Estrela, e os social-democratas Ricardo Baptista Leite, Tiago Moreira de Sá e Pedro Roque pedem ao presidente da comissão, Sérgio Sousa Pinto, que, "em concertação com os demais órgãos de soberania", tome "as necessárias e adequadas diligências para que uma comitiva de deputados da Assembleia da República possa, em tempo considerado oportuno, deslocar-se ao parlamento ucraniano".

Os deputados dos dois partidos lembram que essa visita será feita na sequência de um convite feito pela presidente da Comissão de Integração da Ucrânia na União Europeia e da comissão de Negócios Estrangeiros, Ivanna Klympush-Tsintsadze, e pelo presidente da comissão de Negócios Estrangeiros e Cooperação Interparlamentar, Oleksandr Merezhko.

Segundo sublinha o documento, os responsáveis ucranianos salientaram que "esta seria uma visita histórica nas relações parlamentares bilaterais entre Ucrânia e Portugal, sobretudo neste contexto em particular da guerra".

O convite surgiu no final de uma reunião bilateral conjunta da comissão de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas e da comissão de Assuntos Europeus portuguesa com a Comissão de Integração da Ucrânia na União Europeia e a Comissão de Negócios Estrangeiros e Cooperação Interparlamentar do parlamento ucraniano, realizada no dia 3 de maio.

O "convite [foi], aliás, amplamente reiterado por vários parlamentares ucranianos que intervieram ao longo desta reunião bilateral conjunta", referem os grupos do PS e do PSD, acrescentando que esta visita será "também mais uma forma de demonstrar solidariedade com o povo ucraniano, que se defende da agressão da Federação Russa, defendendo assim os valores da liberdade e da democracia".

Numa sessão de quase uma hora e meia, realizada a 3 de maio, os deputados portugueses condenaram, de novo, a agressão russa à Ucrânia e concordaram que o pedido de adesão daquele país à UE deve ser visto tendo em conta "o momento e as circunstâncias excecionais", para que não demore anos.

Sérgio Sousa Pinto salientou que os deputados portugueses estão "muito cientes da vontade da Ucrânia de aderir à UE" e disse ainda esperar que "a pouca ajuda militar" que Portugal está a conseguir dar "seja compensada pelo apoio e integração de milhares de ucranianos acolhidos".

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de três mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A ofensiva militar causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Leia Também: AO MINUTO: G7 com Kyiv "até à vitória"; Rússia acusa UE. "Ator agressivo"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório