Meteorologia

  • 26 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

Miguel Castro eleito presidente do Chega/Madeira com 42% dos votos

Miguel Castro foi hoje eleito presidente do Chega/Madeira com 42% dos votos, de um total de 107 votantes, disse o próprio à agência Lusa, salientando que agora é tempo de "estruturar o partido" na região e "arrumar a casa".

Miguel Castro eleito presidente do Chega/Madeira com 42% dos votos
Notícias ao Minuto

18:57 - 12/03/22 por Lusa

Política CHEGA

De acordo com novo presidente do partido de extrema-direita na Madeira, dos cerca de 400 militantes, 141 estavam em condições de votar, dos quais 107 votaram.

A lista A, encabeçada por Miguel Castro, obteve 45 votos, contra 33 da lista de João Sousa e 26 do candidato Martinho Gouveia.

A votação decorreu entre as 10:00 e as 17:00, em duas mesas de voto, uma no Funchal e a outra no Porto Santo.

Em declarações à Lusa, Miguel Castro considerou que este é "um momento de alegria" e "uma vitória que os militantes do Chega/Madeira ambicionavam".

"Pretendemos agora estruturar o partido cá na Madeira, arrumar a casa", vincou, acrescentando também ter como objetivo "aproximar o partido dos militantes e dos simpatizantes".

O novo líder defende a criação de organizações internas de juventude e de mulheres, a implantação de comissões políticas concelhias nos 11 municípios da região autónoma, a realização periódica de convenções regionais e de convívios com os militantes, a promoção de ações de formação em política e o reforço da atividade do partido 'online'.

Miguel Castro sucede a Fernando Gonçalves na liderança da estrutura regional do Chega, que anunciou a demissão do cargo em 30 de setembro do ano passado, considerando que o partido falhou os objetivos a que se propôs nas eleições autárquicas realizadas quatro dias antes.

O Chega obteve na Madeira 3.509 votos do eleitorado regional, o que corresponde a 2,5%, tendo sido a 8.ª força política mais votada.

Apesar dos resultados eleitorais "terem sido em termos gerais positivos, não foi possível atingir o objetivo de concorrer a mais de 50% das autarquias da região" a que o partido se havia proposto, apontou na altura Fernando Gonçalves, defendendo que "a nova direção deve começar já a trabalhar para os próximos atos eleitorais, nomeadamente eleições legislativas regionais, e não aguardar até junho de 2022".

Miguel Castro tem 49 anos, é funcionário público e empresário no setor da restauração e atividades turísticas.

Em 2021, encabeçou a lista do Chega à presidência da Câmara Municipal do Funchal, numas eleições em que o partido foi, em termos globais, o quatro mais votado na região autónoma.

Leia Também: Chega propõe alargamento de preventiva para crimes de violência doméstica

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório