Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 24º

Malheiro pede aos "militantes de base" que estejam ao lado de Rui Rio

O vice-presidente do PSD Salvador Malheiro defendeu hoje que é obrigação dos "militantes de base" estarem "ao lado" de Rui Rio e manifestou a esperança de que o 39.º Congresso sirva de "rampa de lançamento" para a conquista social-democrata de Portugal.

Malheiro pede aos "militantes de base" que estejam ao lado de Rui Rio
Notícias ao Minuto

22:43 - 17/12/21 por Lusa

Política PSD/Congresso

"A nossa obrigação, dos militantes de base, é de estar ao lado do nosso presidente, porque o país quer o nosso presidente, e somos nós que lhe temos que dar essa força complementar", afirmou Salvador Malheiro na abertura da reunião magna do PSD.

O vice-presidente social-democrata falava na qualidade de líder da distrital de Aveiro do PSD, onde decorre até domingo, no Europarque, em Santa Maria da Feira, o 39.º Congresso do partido.

Fazendo uma homenagem ao deputado e antigo dirigente do PSD António Topa, que foi também autarca de Santa Maria da Feira e faleceu em 31 de outubro, Salvador Malheiro qualificou-o como "a maior referência" social-democrata do distrito de Aveiro, e afirmou que Topa ensinou como fazer "política com sinceridade" e "integridade".

"É nesse contexto que eu espero que este congresso decorra com normalidade, possamos todos sair daqui unidos, a dar força, energia, ao nosso presidente, um presidente que ganhou três eleições consecutivas, que tem uma legitimidade mais que reforçada", salientou.

O vice-presidente social-democrata expressou assim o desejo de que o 39.º Congresso seja a "rampa de lançamento para a conquista de Portugal por parte do PSD", para que o país entre "finalmente" no que apelidou de "senda do progresso e do sucesso".

Intervindo pouco tempo antes, o presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, dirigiu-se a Rui Rio para lhe afirmar que o líder do PSD tem "perante si a missão da sua vida", dependendo o país da "sua capacidade e resistência" para "lutar pelo futuro com ambição" e contra o "anestesiamento geral promovido pelo PS".

"Em 1996, realizou-se aqui um congresso do PSD onde foi eleito aquele é que hoje o Presidente da República. Santa Maria da Feira é talismã para o PSD. Hoje estou convicto que, daqui vai também sair o próximo primeiro-ministro de Portugal", salientou.

O 39.º Congresso do PSD começou hoje no Europarque, em Santa Maria da Feira (Aveiro), onde vai decorrer até domingo.

Leia Também: PSD. Reunião magna abriu às 21h42 com o lema 'Portugal ao Centro'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório