Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

"O que há a fazer é acelerar a terceira dose", diz Paulo Portas

Comentador e ex-líder do CDS-PP destaca que nova variante surge numa altura em que a imunidade concedida pelas vacinas começa a cair.

"O que há a fazer é acelerar a terceira dose", diz Paulo Portas

O comentador e ex-líder do CDS-PP Paulo Portas destacou este domingo à noite que a variante Ómicron é um problema ainda maior porque, além de ter o dobro das mutações da Delta, surge numa altura em que a imunidade no mundo começa a cair pois o esquema vacinal completo já foi dado à maioria da população há mais de seis meses. 

Perante isto, o comentador da CNN defende que é preciso "acelerar a terceira dose" para aumentar a proteção face ao vírus. 

Portas destaca ainda que "África é o continente esquecido" e que uma variante nascida em África não demora assim tanto tempo a tornar-se global. Para o político, o fosso vacinal é um entrave para passarmos de pandemia para endemia. 

"Não é possível num mundo tão desigual, conseguir uma evolução harmónica de uma pandemia para endemia", sublinha. 

O comentador defendeu ainda que, além de acelerar a vacinação, temos de ter mais cuidados. 

As autoridades de saúde anunciaram esta segunda-feira que já há 13 casos da nova variante em Portugal. 

Leia Também: Variante Ómicron identificada na Belenenses SAD. Há 13 casos positivos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório