Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Ruas diz que ganhou ao "João e ao António, o Costa"

Fernando Ruas foi eleito presidente da Câmara de Viseu pelo PSD e, no discurso da vitória, disse que ganhou "ao João [Azevedo, candidato do PS] e ao António, o Costa" e vai exigir ao Governo as obras prometidas em Viseu.

Ruas diz que ganhou ao "João e ao António, o Costa"
Notícias ao Minuto

01:29 - 27/09/21 por Lusa

Política Autárquicas

Fernando Ruas lembrou que, a primeira vez que se candidatou à Câmara Municipal de Viseu teve maioria relativa, em 1989, onde esteve até 2013, altura em que saiu por limitação de mandatos.

"Hoje estamos com maioria absoluta, mas o combate foi diferente. Nós ganhámos ao João [Azevedo], mas ganhámos também ao António, ao Costa, e não só. Não ficámos por aqui", destacou Fernando Ruas enquanto enumerou nomes de governantes.

No seu entender, "este é o caminho" já que, "desta vez, os ministros vão aprender que têm de respeitar mais" os viseenses e sublinhou que é isso que espera para o futuro já que vai cobrar todas as promessas feitas.

"Hoje é mesmo tempo para lhes dizer que começou uma nova era e eu quero ver (...) se prometeu apenas para alguém muito próximo. Eu espero que não. A partir ao dia seguinte da tomada de posse, seguramente vamos começar a pedir para Viseu tudo aquilo que foi prometido", assumiu.

E acrescentou: "Não vou deixar que me digam que aquilo que foi prometido foi apenas para alguém. Isso não. Vou pedir o comboio, vou pedir autoestrada. Vou pedir o centro oncológico e não os deixarei nem um bocadinho enquanto não explicarem aos viseenses como é que se faz política ou se esta política é apenas para alguns".

"Seguramente, a partir de agora o Governo vai-me ter, naturalmente com elevação, como sempre procurei ter, mas vai-me ter à perna. Vou saber em Lisboa se os investimentos que durante estes seis anos nem sequer foram abordados alguma vez", prometeu.

Neste sentido, questionou em que condição António Costa esteve em Viseu, se como secretário-geral do PS ou como primeiro-ministro, "num espaço tão curto" de tempo, realizou três visitas.

"A maioria das vezes como primeiro-ministro, porque as bazucas não são entregues a dirigentes partidários, são entregues a governantes, portanto, vamos-lhe dizer que, quando esteve aqui, que estava na qualidade de primeiro-ministro", apontou.

"Os viseenses sabem bem distinguir o trigo do joio e desta vez deram mesmo uma lição aos demagogos, aos falsos profetas e aos populistas e nós vamos exercer o próximo mandato com o mesmo arreganho e determinação", concluiu.

Fernando Ruas foi eleito presidente da Câmara de Viseu pelo PSD com 46,68% dos votos (24.363 votos) e conseguiu cinco mandatos enquanto João Azevedo, candidato do PS, conquistou 38,26% (19.968) e alcançou os restantes quatro mandatos.

Nestas eleições concorreram também Pedro Calheiros do Chega, que atingiu 2,95% (1.542 votos), Fernando Figueiredo pela Iniciativa Liberal, com 2,20% (1.147), Nuno Correia da Silva do CDS-PP com 2,02% (1.054), Manuela Antunes pelo BE com 2,01% (1.051), Diogo Chiquelho pelo PAN com 1,26% (657) e Francisco Almeida pela CDU com 1,17% (609).

De 92.444 inscritos no concelho de Viseu, votaram 52.189, ou seja, 56,45%. Foram ainda registados 2,17% (1.135) votos em branco e 1,27% (663) votos nulos.

[Notícia atualizada às 02h27]

Leia Também: Autárquicas AO MINUTO: "Populistas não têm espaço"; Lisboa é a dúvida

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório