Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

CDU quer voltar a ter responsabilidades na vereação da Câmara de Lisboa

O cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Lisboa, João Ferreira, afirmou hoje que o grande objetivo é voltar a ter "responsabilidades no governo da cidade", destacando a "experiência autárquica" de muitos dos candidatos.

CDU quer voltar a ter responsabilidades na vereação da Câmara de Lisboa
Notícias ao Minuto

16:14 - 30/07/21 por Lusa

Política Autárquicas

"Mais de metade dos candidatos às 24 freguesias são-no a primeira vez, o que assinala uma significativa capacidade de renovação, que é conjugada por gente que tem uma experiência já grande de intervenção em órgãos autárquicos", declarou aos jornalistas João Ferreira, à porta do Palácio da Justiça, em Lisboa, onde entregou as listas da candidatura.

João Ferreira, que repete a candidatura à Câmara Municipal de Lisboa, ressalvou que esta "não é a luta de um homem só" e que todos os candidatos querem contribuir para que a CDU volte a ter responsabilidades na vereação da autarquia.

"Completamos este ano 20 anos que Lisboa não conheceu outras forças que não fossem, primeiro, o PSD ou CDS ou depois o PS, mais tarde com o apoio do Bloco de Esquerda. Eu creio que aquilo que estas duas décadas revelaram foi a necessidade de, a partir de um reforço da CDU na Câmara de Lisboa, voltar a ter responsabilidades no governo da cidade", apontou.

A última vez que a CDU teve responsabilidades na vereação da Câmara Municipal de Lisboa foi durante a presidência do socialista João Soares (1997-2001).

A Câmara de Lisboa é atualmente composta por oito eleitos pelo PS (incluindo dos Cidadãos por Lisboa e do Lisboa é Muita Gente), um do BE (que tem um acordo de governação do concelho com os socialistas), quatro do CDS-PP, dois do PSD e dois da CDU.

Na corrida à presidência da autarquia foram até agora anunciadas as candidaturas de Fernando Medina (coligação PS/Livre), Carlos Moedas (coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT/Aliança), João Ferreira (CDU), Bruno Horta Soares (IL), Nuno Graciano (Chega), Beatriz Gomes Dias (BE), Manuela Gonzaga (PAN), Tiago Matos Gomes (Volt) e João Patrocínio (Ergue-te).

As eleições para os cidadãos escolherem a configuração de executivos municipais, assembleias locais e juntas de freguesia estão marcadas para o dia 26 de setembro.

Em Portugal, há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira) e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

Leia Também: "Queremos Lisboa bela e justa. Que as pessoas tenham uma palavra a dizer"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório