Meteorologia

  • 15 JUNHO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 34º

Edição

Marques Mendes garante que Cabrita sairá do Governo após as autárquicas

O comentador da SIC avançou que António Costa está a preparar uma restruturação no Governo, que deverá ocorrer entre outubro e novembro deste ano. Marques Mendes afirmou que o ministro da Administração Interna deverá ficar pelo caminho e afastado do espaço público e político, nos próximos tempos, ao lado de ministros "mais impopulares" para não "contaminar" as eleições autárquicas.

Marques Mendes garante que Cabrita sairá do Governo após as autárquicas

Luís Marques Mendes previu, este domingo, que o ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita irá sair do Governo socialista depois das eleições autárquicas e após a presidência portuguesa da União Europeia. 

De acordo com o antigo dirigente social-democrata, o primeiro-ministro está a ponderar avançar com uma remodelação no Executivo, "lá para outubro ou novembro", e Eduardo Cabrita não escapará à restruturação. 

"Portanto, Eduardo Cabrita, não tenho dúvidas, que sairá nessa ocasião. Só que, entretanto, isto é grave porque em tudo o que ele se mete, de um modo geral, sai asneira", criticou, no seu espaço de comentário semanal na SIC. 

Mais, para Marque Mendes, a permanência do atual ministro da Administração Interna no Governo "contamina e degrada a imagem do Estado".

Ainda assim, até outubro ou novembro, o conselheiro de Estado previu que António Costa irá, "com a sua habilidade" política, afastar os ministros menos populares e titulares de cargos no Executivo que irão abandonar as tutelas, a fim de proteger o PS na próxima corrida às urnas. 

"Os ministros como Eduardo Cabrita e mais um ou outro mais impopulares, que podem prejudicar o PS nas eleições autárquicas, vão, nos próximos tempos, desaparecer um pouco para não contaminarem o ambiente político", conjeturou. 

As eleições autárquicas estão previstas decorrer entre setembro e outubro deste ano. 

Leia Também: Ministérios podem mudar-se para a sede da CGD. "Conversações" a decorrer

Leia Também: "Enquanto as vacinas não chegarem a todo mundo não acaba a pandemia"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório