Meteorologia

  • 12 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 31º

Edição

Excelente MAI? "Seria de rir", não fosse "grave a ineptidão desta tutela"

A tutela de Eduardo Cabrita no Ministério da Administração Interna tem sido alvo de críticas, sobretudo pelos partidos do arco da governação. O PAN não é exceção e, mais uma vez, Inês Sousa Real apontou a "ineptidão" que tem marcado o mandato do ministro.

Excelente MAI? "Seria de rir", não fosse "grave a ineptidão desta tutela"

A líder parlamentar do PAN voltou, na quarta-feira, a atacar o ministro da Administração Interna, relativamente ao qual, aliás, se tem levantado um coro de críticas na sequência do caso Zmar e, mais recentemente, dos festejos do Sporting. 

Numa publicação na rede social Twitter, Inês Sousa Real considerou que "seria de rir" ouvir o primeiro-ministro, no debate sobre política geral, dizer que "tem um excelente Ministro da Administração Interna, não fossem tão graves as consequências da ineptidão desta tutela em diferentes casos que têm marcado o seu mandato".

Recorde-se que a parlamentar já tinha acusado, na semana passada, Eduardo Cabrita pela forma como tutelou o caso Zmar. "A trapalhada a que assistimos na forma como Eduardo Cabrita lidou com a saída dos migrantes do Zmar é apenas mais uma a juntar ao seu já vasto currículo e latente ineptidão para o cargo", acusou. 

De salientar que, ontem, o líder do Chega perguntou ao primeiro-ministro se vai manter o ministro da Administração Interna no Governo face ao que considerou uma constante atuação "desastrosa" e António Costa respondeu que Eduardo Cabrita é um "excelente MAI".

"Quem me dera que o meu problema fosse o MAI. Significa que não tenho um problema porque tenho um excelente MAI", declarou o primeiro-ministro no primeiro debate parlamentar bimestral.

Também ontem, Francisco Rodrigues dos Santos lamentou que não tenha havido "uma única palavra de censura" por parte do primeiro-ministro "a um ministro que vai acumulando casos".

"Nós ontem [terça-feira] tivemos comemorações do título do Sporting, essas comemorações foram autorizadas pelas autoridades de saúde. Cabia naturalmente ao Governo, depois desse parecer técnico positivo, criar condições de planeamento, operacionais e logísticas para que decorressem com normalidade", disse.

Para o líder do PSD-PP, "o Governo, uma vez mais, através do MAI, não previu, não planeou e permitiu que acontecessem incidentes que nunca deviam ter ocorrido e colocaram em causa a segurança das pessoas".

Leia Também: CDS pergunta a Costa se "é preciso desenho" para demitir Cabrita

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório