Meteorologia

  • 23 JUNHO 2021
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

BE. Luís Monteiro desiste de Gaia após acusação de violência doméstica

O deputado do BE evocou as "calúnias" lançadas sobre si como argumento para abandonar a próxima corrida às urnas. Luís Monteiro adiantou ainda que também não irá "integrar qualquer lista candidata a órgãos" do partido até à conclusão do processo judicial em curso, mas sublinhou que permanecerá no Parlamento.

BE. Luís Monteiro desiste de Gaia após acusação de violência doméstica

Luís Monteiro, deputado do Bloco de Esquerda (BE), revelou, esta quarta-feira, que vai desistir da candidatura à Câmara Municipal de Gaia e a qualquer lista para os órgãos internos do partido, na sequência de ter sido acusado de violência doméstica por uma ex-namorada. 

"Face ao efeito público das calúnias lançadas contra mim e após ponderação, solicitei à comissão coordenadora concelhia do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Gaia a minha substituição como cabeça de lista à Câmara Municipal nas próximas eleições autárquicas", começou por anunciar o parlamentar numa nota divulgada esta tarde. 

O bloquista informou também que, pela mesma razão, não estará disponível "para integrar qualquer lista candidata a órgãos" do partido, até que o processo judicial esclareça as acusações que caíram sobre si. 

Ainda assim, garantiu que, irá continuar a desempenhar "todas as funções atuais", na organização partidária, nomeadamente, na direção distrital do Porto e na concelhia de Gaia, e enquanto deputado bloquista no Parlamento. 

Luís Monteiro foi acusado de violência doméstica, no passado dia 5 de maio, pela ex-namorada Catarina Alves, que através de uma publicação no Twitter, alegava que o parlamentar a tinha agredido.

Ainda durante a semana passada, o deputado negou as acusações e referiu que "nunca agrediu qualquer mulher", revelando ainda ter sido ele "vítima de agressões sucessivas, violência verbal e ameaças" ao longo desse namoro.

Nesse mesmo dia, o Bloco de Esquerda reiterou que "a violência é inaceitável" e que "o recurso à justiça é a forma de apurar factos e punir abusos".

Leia Também: Deputado do BE é acusado de violência doméstica e desmente: "Fui vítima"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório