Meteorologia

  • 10 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

PSD/Lourinhã demite-se por divergências com distrital sobre candidato

A Comissão Política Concelhia da Lourinhã do PSD, presidida por Mafalda Lourenço, demitiu-se em bloco por divergências com a distrital do Oeste do partido na escolha do candidato à câmara para as próximas eleições autárquicas.

PSD/Lourinhã demite-se por divergências com distrital sobre candidato
Notícias ao Minuto

12:53 - 07/04/21 por Lusa

Política Autárquicas

"A distrital desrespeitou e desprezou por completo a opinião e a indicação da concelhia, querendo impor uma decisão", justificou a presidente demissionária à agência Lusa.

A Lusa tentou obter esclarecimentos do presidente do PSD/Oeste, Duarte Pacheco, que esteve incontactável.

Mafalda Lourenço confirmou que, numa primeira fase, a comissão política concelhia indicou o nome do independente Pedro Antunes, candidato à câmara há quatro anos pelo CDS-PP.

Contudo, referiu, apesar de haver garantias de o PSD vir a liderar a coligação de direita, o nome foi rejeitado pela distrital do PSD/Oeste.

Numa segunda fase, a distrital optou por escolher o nome do vice-presidente da distrital, atual vereador e candidato à câmara em 2013 Hernâni Santos, por ser o mais votado numa sondagem interna efetuada pelo partido.

Nessa sondagem, não constou o nome de Pedro Antunes, nem de outros potenciais candidatos fora do partido, à exceção de independentes eleitos pelo PSD.

"Como não havia acordo de coligação fechado com o CDS-PP, deliberámos não incluir o nome do Pedro Antunes, porque conhecíamos os resultados que conseguiu há quatro anos e também quisemos esgotar os nomes que fossem uma alternativa interna", esclareceu Mafalda Lourenço.

Hernâni Santos confirmou à Lusa que rejeitou ser candidato, por não ter o apoio da concelhia, admitiu também a presidente demissionária.

Numa terceira fase, na reunião da distrital ocorrida esta terça-feira, a concelhia propôs Mafalda Lourenço para cabeça-de-lista, o que não foi aceite pela distrital.

O PSD/Oeste optou por outro candidato, que deverá ser hoje anunciado pela comissão nacional do partido, depois de homologado pela estrutura distrital.

Apesar da polémica interna, Mafalda Lourenço assegurou que o cabeça-de-lista que for apresentado "não terá a oposição dos órgãos demissionários, nem dos militantes" da Lourinhã, no distrito de Lisboa.

Na corrida autárquica à Câmara da Lourinhã foi anunciado até agora Renato Henriques, pelo Chega.

Este município é presidido por João Duarte Carvalho, eleito pelo PS, partido que nas autárquicas de 2017 elegeu quatro elementos. O PSD obteve três mandatos.

As autárquicas deste ano ainda não têm data marcada, mas, segundo a lei, ocorrem entre setembro e outubro.

Leia Também: "Não tenciono prescindir da minha qualidade de independente"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório