Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Aprovados votos de pesar por José Puig e Lourenço Féria

A Assembleia da República aprovou hoje votos de pesar pela morte do ex-deputado do PSD José Puig e do fundador do CDS-PP Lourenço Féria, textos apresentados pelas respetivas bancadas.

Aprovados votos de pesar por José Puig e Lourenço Féria
Notícias ao Minuto

20:32 - 31/03/21 por Lusa

Política Votos de pesar

Se o voto de pesar por José Puig foi aprovado por unanimidade, o texto pela morte de Lourenço Féria mereceu a abstenção das bancadas do BE, PCP, Verdes e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira.

"A Assembleia da República tomou conhecimento da triste notícia do falecimento do antigo deputado do PSD José Alberto Puig dos Santos Costa, vítima de covid-19, depois de um prolongado período de internamento hospitalar", refere o voto da bancada social-democrata.

José Puig tinha 59 anos, era advogado e exerceu as suas funções como deputado à Assembleia da República nas V e VI Legislaturas, entre 1987 e 1995, eleito pelo Círculo Eleitoral do Porto.

José Puig foi também presidente da Assembleia Municipal de Valongo, entre 1994 e 1997, e, na sua vida parlamentar, empenhou-se em questões como "os direitos dos imigrantes, as questões da objeção de consciência, o apoio social a cidadãos carenciados, o funcionamento dos serviços de informações e a legislação eleitoral", de acordo com o texto do voto.

Foi igualmente o primeiro subscritor dos projetos de lei de elevação da vila de Ermesinde a cidade e da povoação de São Vicente de Alfena à categoria de vila, ambas no concelho de Valongo, onde residia.

Aprovado com abstenções foi o voto apresentado pelo CDS-PP pelo falecimento, no passado dia 22 de março, aos 86 anos, de Lourenço António Goes Martins Féria, agricultor, natural da Salvada, concelho de Beja.

"Fundador do CDS na região, Lourenço Féria foi o cabeça de lista do CDS pelo Baixo Alentejo nas primeiras eleições legislativas e membro da Assembleia Municipal de Beja", recordam os democratas-cristãos.

Foi também um "destacado dirigente nacional e local", tendo sido durante diversos anos o presidente da distrital de Beja do CDS.

"Durante toda a sua vida profissional, política ou associativa, nunca deixou de ter como uma das grandes batalhas a defesa do Alentejo, nomeadamente da agricultura, do mundo rural e das suas gentes", refere o texto do voto, que recorda Lourenço Féria como "defensor indefetível da democracia e dos valores da democracia-cristã".

Leia Também: AR homenageia irmãos Júlio e Carlos Costa que deram corpo e alma à música

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório