Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Deputada Cristina Rodrigues quer audição urgente da ministra da Cultura

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues (ex-PAN) requereu hoje a "audição urgente", por videoconferência, da ministra da Cultura, Graça Fonseca, no parlamento, para falar sobre as consequências da pandemia de covid-19 no setor.

Deputada Cristina Rodrigues quer audição urgente da ministra da Cultura
Notícias ao Minuto

13:10 - 14/01/21 por Lusa

Política Covid-19

No requerimento, endereçado à Comissão de Cultura e Comunicação, a deputada requer "a realização de audição urgente com a ministra da Cultura", propondo que "seja realizada por videoconferência" devido à pandemia.

A deputada quer que Graça Fonseca vá à Assembleia da República abordar as "consequências da pandemia da covid-19 nos setores da cultura e da comunicação social".

No documento, Cristina Rodrigues aponta que estes setores "continuam a ser dos mais castigados pelas medidas de isolamento social, pois não são considerados, no âmbito da declaração de emergência, essenciais", e continuam "a manifestar publicamente a sua crescente necessidade de apoio, através de diversas entidades, associações culturais e ligadas à comunicação social".

"O setor da cultura é marcado por uma forte sazonalidade -- sendo que no ano passado foi precisamente na altura em que se iniciaria a época com maior volume de trabalho que se implementou o confinamento, e estamos perante uma forte probabilidade de este ano voltar a suceder situação similar -, a par de uma precariedade estrutural, com benefícios dificilmente capturados pelo mercado e com dificuldades acrescidas em aceder a financiamento", alerta.

A deputada não inscrita salienta também que se agravou "a necessidade de apoios específicos às pequenas, médias e micro empresas que trabalham nestas áreas, no sentido de assegurar a sua sobrevivência, a salvaguarda de postos de trabalho e o reconhecimento do seu importante papel na sociedade portuguesa, que se quer esclarecida e educada".

Na ótica de Cristina Rodrigues, "os apoios a este setor conhecidos até ao momento, continuam a não dar resposta a todas as necessidades".

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.236 pessoas dos 507.108 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório