Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

OE2021: Bloco "falha aos portugueses numa tentativa falhada de ter palco"

Isabel Moreira critica sentido de voto dos bloquistas ao Orçamento do Estado para 2021 anunciado este domingo.

OE2021: Bloco "falha aos portugueses numa tentativa falhada de ter palco"

Catarina Martins anunciou este domingo que o Bloco de Esquerda vai votar contra o Orçamento do Estado para o próximo ano na generalidade na próxima quarta-feira.

O anúncio foi feito no final de um dia de reuniões na sede do Bloco, em Lisboa, primeiro da comissão política e, à tarde, da mesa nacional, o órgão máximo do partido entre congressos, que votou por unanimidade o "não" ao Orçamento.

A deputada socialista Isabel Moreira acusa o Bloco de ser o "novo catch all partie" que agora je "junta à direita" ao votar contra a proposta de OE2021. 

"O novo 'catch all partie' junta - se à direita explicando ao país que preferiria viver de duodécimos e, consequentemente, a injectar dinheiro no fundo de resolução".

A socialista diz mesmo que o Bloco de Esquerda está "a falhar aos portugueses numa tentativa falhada de ter palco" e não compreende o 'não' dos bloquistas perante um OE "reconhecidamente social", que "não altera em nada as conquistas da geringonça" e que "enfrenta  uma crise gigante sem austeridade". "A história inscreve", remata a deputada numa publicação feita nas redes sociais.

Recorde-se que a votação na generalidade da proposta de Orçamento é na quarta-feira, no Parlamento, e, se for aprovado, segue-se um período de debate na especialidade, ao pormenor, antes da votação final global, prevista para 26 de novembro.

O Governo do PS negociou com os partidos de esquerda - BE, PCPPEV e o partido Pessoas-Animais Natureza (PAN), mas não há ainda garantias públicas de que venha a ser aprovado.

PCP foi o primeiro a anunciar a sua abstenção, na sexta-feira. Este domingo, o PAN revelou que vai abster-se e o Bloco anunciou o voto contra, juntando-se ao PSDCDS e Chega e Iniciativa Liberal.

Joacine Katar Moreira (ex-Livre) também anunciou no domingo que não vai inviabilizar o orçamento, estando entre a aprovação e a abstenção. Os Verdes só revelam o sentido de voto na terça-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório