Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2020
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

CDS quer audição de 22 personalidades na comissão da pandemia

O grupo parlamentar do CDS-PP requereu hoje a audição de 22 personalidades na comissão eventual para o acompanhamento da resposta à pandemia de Covid-19, entre ministros, representantes do setor social e económico e especialistas de saúde.

CDS quer audição de 22 personalidades na comissão da pandemia
Notícias ao Minuto

12:11 - 24/09/20 por Lusa

Política Coronavírus

A Comissão Eventual para o Acompanhamento da Aplicação das Medidas de Resposta à Pandemia da Doença Covid-19 e do Processo de Recuperação Económica e Social, proposta pelo CDS, toma hoje posse, na Assembleia da República, após a reunião plenária.

No requerimento endereçado ao presidente da comissão, o CDS começa por assinalar que o objeto da mesma passa por analisar a "evolução da pandemia e dos seus efeitos sobre a saúde pública e a atividade económica" e a "aplicação/ implementação dos regimes jurídicos excecionais aprovados no âmbito do combate à epidemia covid-19, bem como das medidas regulamentares que as concretizam", e vai também "acompanhar o processo de recuperação económica e social".

A deputada Cecília Meireles, que assina o documento, propõe a audição da ministra da Saúde, Marta Temido, da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, do ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, e ainda do secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

A centrista defende que devem ser também chamados ao parlamento a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, os bastonários da Ordem dos Médicos, da Ordem dos enfermeiros e da Ordem dos Farmacêuticos, a Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública e ainda a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, entre outros especialistas.

No que toca ao setor social, o CDS quer ouvir a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade e o Secretariado Nacional da União das Misericórdias Portuguesas.

A nível económico, é proposta também a audição do gestor e professor universitário Costa Silva, autor da visão estratégica para esta década, dos presidentes da Confederação de Turismo de Portugal e da Comissão Executiva da ANA e ainda o presidente executivo da TAP.

O CDS quer informação sobre o "número total e atual de trabalhadores e empresas ao abrigo do regime de 'lay-off' simplificado, bem como o número de candidaturas a este regime rejeitadas", sobre os "regimes de apoio extraordinário à retoma progressiva e de incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial" e conhecer o "Stock dos grandes agregados constitutivos da Reserva Estratégica Nacional".

Os centristas querem a "lista de contratos celebrados por entidades públicas ao abrigo de regimes excecionais relacionados com covid-19", informação "sobre o número de camas de cuidados intensivos no país" e sobre os ventiladores adquiridos e doados por particulares, bem como a sua distribuição pelo país.

É igualmente pedido o "número de consultas, cirurgias e meios complementares de diagnóstico não realizados e em atraso, em cuidados de saúde primários e em cuidados hospitalares".

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 971.677 mortos e mais de 31,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.928 pessoas dos 70.465 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório