Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2020
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

CDS propõe campanha para fomentar consumo de produtos portugueses

O presidente do CDS-PP propôs hoje o lançamento de uma campanha de sensibilização que "promova o consumo de produtos portugueses" e defendeu que o Governo deve destacar internacionalmente que Portugal tem regiões seguras de covid-19.

CDS propõe campanha para fomentar consumo de produtos portugueses
Notícias ao Minuto

21:42 - 14/07/20 por Lusa

Política Covid-19

Francisco Rodrigues dos Santos deslocou-se à ilha das Flores, nos Açores, para acompanhar as jornadas parlamentares do CDS-PP/Açores e visitou hoje a Cooperativa Ocidental, do setor dos laticínios, que classificou como "um dos pilares fundamentais da economia dos Açores".

Em declarações à Lusa a partir de Santa Cruz das Flores, nos Açores, o líder do CDS identificou a diminuição da procura, a liquidez e tesouraria dos pequenos empresários e a dificuldade no escoamento dos produtos como desafios que a região enfrenta, e propôs o recurso a um "avião mini cargueiro para o transporte para o continente, quer para destinos internacionais".

"Isto são tudo dificuldades que é importante saber contrariar através de uma sensibilização, de uma campanha que promova o consumo dos produtos portugueses, nomeadamente os laticínios, que sensibilize a indústria e a grande distribuição a não baixar o preço do leite para conseguir tranquilizar e segurar a nossa produção", defendeu.

O líder centrista preconizou a "valorização da produção nacional, das marcas portuguesas", e fez um "apelo à grande distribuição para consumir os produtos portugueses", apontando que "os laticínios são, por excelência, um desses produtos icónicos".

Segundo Francisco Rodrigues dos Santos, é também "necessário que o Governo Regional possa ajudar de forma direta este setor, estes produtores, esta indústria, para que consiga sobreviver a este quadro de paralisação da atividade económica, de contração do seu volume de negócios e de diminuição da procura".

"De crucial relevância" são igualmente as medidas de apoio às empresas que o CDS tem defendido, como o prolongamento do 'lay-off' simplificado até ao final do ano ou a duplicação do valor das linhas de crédito a fundo perdido, acrescentou Rodrigues dos Santos.

À Lusa, o presidente do CDS assinalou ainda que "a nível da saúde pública a situação está mais estabilizada nos Açores", portanto "é considerado um destino seguro" face à covid-19.

"Daí que era importante que na promoção da nossa campanha de turismo externa fosse dado este sinal, de que há zonas em Portugal que estão em plenas condições para acolher turistas, sendo certo que há comportamentos que foram adotados que garantem a sua segurança, o seu bem-estar e impedem comportamentos de risco do ponto de vista da saúde pública", vincou.

O líder democrata-cristão observou também que se avizinha "um ciclo eleitoral importante na Região Autónoma dos Açores", e destacou que esta é uma oportunidade para o partido "preparar este embate eleitoral desenhando um programa que vá ao encontro das preocupações dos açorianos e dando resposta aos novos desafios do ponto de vista social e económico".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório