Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Costa não paga a Directora de Assembleia há cinco meses

A Câmara Municipal de Lisboa não paga, desde Agosto, o salário a Maria Ermelinda Toscano, a Directora dos serviços de cultura da Assembleia Distrital de Lisboa, sendo ainda responsável por mais de 95% do buraco financeiro daquela entidade, informa o Diário de Notícias (DN) de hoje.

Costa não paga a Directora de Assembleia há cinco meses

“Não recebo há cinco meses. Vai-se sobrevivendo porque existe a família”, admitiu ao DN a Directora dos serviços de cultura da Assembleia Distrital de Lisboa, Maria Ermelinda Toscano, denunciando também a dívida por parte da autarquia relativa àquela entidade, que já vai em 107.540 euros, o equivalente a 95% do buraco orçamental.

Maria Ermelinda Toscano explicou ao DN que optou por sacrificar a sua remuneração, para que os seus funcionários (que estão integrados num museu, biblioteca, arquivo distrital, sector editorial e núcleo de investigação arqueológica) não ficassem sem salário: “Sinto responsabilidade sobre os trabalhadores e entendi que se alguém tivesse de prescindir dos salários seria eu”.

Numa carta enviada à Assembleia Distrital de Lisboa, António Costa dizia a 30 de Dezembro de 2011 que apesar de constar da Constituição, aquela instituição “não tem relevância no trabalho efectuado pelas autarquias, pelo que o seu funcionamento deveria ser suspenso até à próxima revisão constitucional”, não dando “nem mais um tostão (…) a uma entidade que não se enquadra da realidade autárquica”.

Fontes do gabinete do actual presidente da Câmara da capital confirmaram esta situação ao DN, afirmando que se vai manter.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório