Meteorologia

  • 13 JULHO 2020
Tempo
38º
MIN 22º MÁX 38º

Edição

Conselho de Ministros analisará "prudentemente próximos passos a tomar"

Cumpriu-se esta quinta-feira mais uma reunião com especialistas no Infarmed e com a presença do Governo, partidos e Presidente da República.

Conselho de Ministros analisará "prudentemente próximos passos a tomar"

Esta quinta-feira ficou marcada por mais uma reunião no Infarmed, onde Governo, partidos políticos e Presidente da República escutaram os especialistas sobre a evolução da surto de Covid-19 em Portugal, numa altura em que se avizinha mais uma etapa no desconfinamento do país. 

O primeiro-ministro sublinhou no Twitter que na sessão de esclarecimento sobre a situação epidemiológica em Portugal, o Governo recolheu "contributos preciosos dos técnicos de saúde que nos ajudarão a consolidar as próximas decisões". "Amanhã, em Conselho de Ministros, analisaremos prudentemente os próximos passos a tomar", assinalou. 

Depois do encontro com os especialistas, o Presidente Marcelo disse que a fotografia do país "é uma fotografia favorável", assinalando contudo a preocupação com a Região de Lisboa e Vale do Tejo onde se registam alguns focos em bairros sociais e desfavorecidos e em empresas na Azambuja.

Pelo PS, à saída do encontro, José Luís Carneiro disse que os dados permitem encarar com confiança o processo de desconfinamento

De salientar que o  Conselho de Ministros irá "avaliar e decidir designadamente sobre a abertura de um conjunto de atividades bastantes relevantes para a vida coletiva, como as atividades comerciais em superfícies mais extensas", adiantou o número dois da direção do partido. 

José Luís Carneiro apontou igualmente a regresso da I Liga de Futebol, assim como "a recuperação de algumas atividades do foro religioso nos termos em que as autoridades de saúde e religiosas entendam proceder".

"São decisões que terão efeitos a partir de 1 de junho. Os indicadores que temos sobre a primeira fase indicam que o desconfinamento, tal como tem vindo a ser feito, ou seja, com prudência e com responsabilidade individual e coletiva, suscita confiança em relação ao futuro", acrescentou.

Portugal regista 31.596 infeções por Covid-19 e 1.369 óbitos relacionados com a doença. De acordo com o boletim epidemiológico desta quinta-feira, registaram-se nas últimas 24 horas 13 mortes e 304 novas infeções. O país contabiliza ainda 18.637 recuperados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório