Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Governo de salvação nacional "não é boa solução". "É apenas um slogan"

Para Marques Mendes, um governo de salvação nacional significa um governo de bloco central. "Não é uma boa solução para a democracia", defende.

Governo de salvação nacional "não é boa solução". "É apenas um slogan"

Marques Mendes comentou que, sobre a possibilidade de um governo de salvação nacional avançada por Rui Rio, "todos chutaram para canto" e que colocou dúvidas e reservas sobre essa opção.

Desde logo porque, questionou, "o que é que é um governo de salvação nacional?". "Ninguém sabe, eu também não sei porque só conheço governos minoritários, governos de coligação ou governos de maioria absoluta". "Para já, parece-me apenas um slogan ou um soundbite, não mais do que isso". 

Para Marques Mendes, a questão de fundo, que está subjacente é que para muitas pessoas um governo de salvação nacional é um governo de bloco central, entre PS e PSD, neste caso entre António Costa e Rui Rio. 

"Não é uma boa solução para a democracia", disse no seu espaço de comentário semanal na SIC Notícias, explicando porquê com três argumentos.

Em primeiro lugar, porque "uma solução desta natureza tem muitas divergências, quer dentro do PS quer dentro do PSD", o que significa que "se fosse por diante, era levar para dentro do governo a divergência partidária" e "em vez de termos um governo forte, teríamos um governo fraco e instável". 

Em segundo lugar, seria mais perigoso para a democracia na medida em que impulsionaria os extremos. "Se os dois partidos que normalmente estão no governo, estão de mãos dadas num governo, quem é que faz oposição em Portugal?, questionou, respondendo que seriam os "extremos" a ocupar esse espaço, criando "o risco de um crescimento exponencial do Chega e do Bloco de Esquerda". "Com toda a franqueza, é perigoso para a democracia", reforçou. 

Em terceiro lugar, apontou, se a solução de um governo de bloco central fosse por diante, acho que acabava com a ideia de alternativa. "Quem são os partidos alternativos um ao outro em Portugal? PS e PSD". "Quando as pessoas se cansarem de um governo dessa natureza, onde é que está a alternativa? Ou está à Direita, na extrema-direita, ou à Esquerda, na extrema-esquerda, o que não é mau, é péssimo", defendeu. Em suma, para Marques Mendes, uma solução do género iria "enfraquecer" e "minar a democracia". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório