Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
30º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

Violência doméstica. Mulheres socialistas pedem apoio às vítimas

O departamento Mulheres Socialistas da Madeira, organismo afeto ao PS, apelou hoje ao Governo Regional para que reforce a rede de respostas às vítimas de violência doméstica, considerando que o período de quarentena poderá agravar a sua situação.

Violência doméstica. Mulheres socialistas pedem apoio às vítimas
Notícias ao Minuto

15:48 - 22/03/20 por Lusa

Política Covid-19

"Este isolamento social forçado, ainda que fundamental, pode levar ao aparecimento ou agudizar problemas de violência nas relações de intimidade", refere em comunicado de imprensa.

O departamento Mulheres Socialistas da Madeira sublinha que, mesmo em estado de emergência, face à pandemia de covid-19, é permitida a circulação de pessoas na via pública com motivo justificado, vincando que isto inclui "pessoas com necessidade de acolhimento relacionado com violência doméstica e maus tratos".

"A nível regional desconhece-se a implementação de medidas de reforço das respostas às vítimas de violência no seio familiar e é imperioso que isso aconteça como forma de prevenir e dar resposta a um previsível aumento de crimes desta natureza", lê-se no comunicado.

O departamento Mulheres Socialistas da Madeira, organismo presidido pela deputada na Assembleia Legislativa regional Mafalda Gonçalves, destaca também a importância das "redes de vizinhança" e apela para que "ninguém se demita da responsabilidade de denunciar comportamentos violentos ou negligentes".

"Relações aparentemente saudáveis podem sofrer com a tensão provocada pela proximidade constante e comportamentos violentos podem surgir", adverte, reforçando: "Relações em que a violência já existe podem escalar para níveis ainda mais graves, aumentando muito o risco para as vítimas que estão agora mais sozinhas e sem poderem sair."

O Instituto de Administração da Saúde da Madeira (IASAÚDE) elevou no sábado para oito o número de casos de covid-19 no arquipélago, indicando que 345 pessoas se encontram em vigilância ativa.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 308 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 13.400 morreram.

Em Portugal, há 14 mortes e 1.600 infeções confirmadas.

O país encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório