Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 25º

Edição

Aprender primeiros socorros no secundário. Esta é a proposta do PS

Se a proposta for aprovada, os conteúdos serão lecionados nas aulas de Educação Física.

Aprender primeiros socorros no secundário. Esta é a proposta do PS
Notícias ao Minuto

10:10 - 26/06/19 por Filipa Matias Pereira 

Política Educação Física

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte na Europa e o PS, atento a esta temática, quer que os alunos do ensino secundário aprendam primeiros socorros nas aulas de Educação Física.

Num projeto de resolução que consta no site da Assembleia da República, o Partido Socialista defende que o ensino de suporte básico de vida (SBV) e de desfibrilhação automática externa (DAE) seja obrigatório por lei, nas escolas, para todos os alunos do ensino secundário. Com esta estratégia, pretende-se "assegurar que, no futuro, ninguém possa finalizar a escolaridade obrigatória sem ter tido contacto, conhecimento e prática em suporte básico de vida e DAE".

Deste modo, pode ler-se no documento, o país encontrar-se-á mais bem "preparado para responder a emergências médicas e situações de paragem cardiorrespiratória, contribuindo para um aumento significativo da taxa de sobrevivência da morte súbita cardíaca".

Para justificar esta estratégia, o Partido Socialista fundamenta o tema, recordando que se estima que as doenças cardiovasculares sejam as responsáveis por 350 mil mortes por ano, "o que representa cerca de 40% das causas de óbitos, antes dos 75 anos".

Portugal, justifica ainda o partido, não é alheio a estes dados, já que segundo a Associação Portuguesa de Aritmologia morrem em Portugal, por dia, 27 pessoas vítimas de morte súbita, mais de uma vítima por hora. A agravar esta realidade, "a maioria da população portuguesa não sabe, em geral, prestar os primeiros socorros e o acesso a Desfibrilhador Automático Externo (DAE) é ainda muito reduzido (só dois DAE por 10.000 habitantes)".

O conhecimento das técnicas de suporte básico de vida, sustenta o PS, é "determinantes no socorro às vítimas de paragem cardíaca, contribuindo para a redução do número de óbitos. Para tal é determinante que estas ações sejam iniciadas por quem se encontre mais próximo da vítima, sendo esta medida unanimemente aceite pela comunidade médica nacional e internacional".

Relativamente aos primeiros socorros, recorde aqui como devem ser feitos de acordo com as guidelines internacionais. Pode consultar ainda na íntegra o projeto de resolução socialista.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório