Meteorologia

  • 26 MAIO 2019
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Comendas deviam ser retiradas "a todos os que alimentaram" 'buracos'

A candidata do BE às europeias responsabilizou hoje PS, PSD e CDS-PP pelo voto no Parlamento Europeu para que nada mudasse na regulação do sistema financeiro, defendendo a retirada de comendas "a todos os que alimentaram" buracos neste setor.

Comendas deviam ser retiradas "a todos os que alimentaram" 'buracos'
Notícias ao Minuto

06:00 - 17/05/19 por Lusa

Política Marisa Matias

No já tradicional comício no Pátio da Inquisição, em Coimbra, - distrito-natal de Marisa Matias - o primeiro a subir ao palco foi Jorge Palma, tal como já tinha acontecido no Porto, no sábado, tendo também voltado aos microfones a polémica em torno de Joe Berardo.

"Estamos de acordo: retire-se as medalhas a Berardo e aos outros que andaram a alimentar os buracos do sistema financeiro, mas isso não chega porque isso só serve para termos as medalhas mais caras do mundo, não serve para rigorosamente mais nada", defendeu a eurodeputada do BE.

Para Marisa Matias a urgência passa por "ir buscar o dinheiro e mudar o sistema financeiro".

"Quando no Parlamento Europeu se discutiu a regulação do sistema financeiro, o PS, o PSD e o CDS estiveram juntos para garantir que tudo ficava na mesma, que nada, mas nada, ia mudar", criticou.

Assim, a candidata do BE deixou uma sugestão, em jeito de apelo ao voto: "querem retirar o sorrisinho a Berardo e aos Berardos do mundo, então votem em quem esteve no Parlamento Europeu e continuará a estar para regular e pôr na ordem o sistema financeiro".

A comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) deu parecer positivo à proposta do CDS-PP de retirar as comendas ao empresário Joe Berardo, revelou hoje o presidente da comissão, Luís Leite Ramos.

Entretanto, numa nota enviada à agência Lusa ao início da noite, o gabinete de Eduardo Ferro Rodrigues revelou que o presidente da Assembleia da República já remeteu à Chanceler das Ordens Nacionais a "posição final" sobre a retirada das comendas ao empresário Joe Berardo, lembrando que não compete ao parlamento intervir sobre a instauração de processos disciplinares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório