Meteorologia

  • 25 JUNHO 2019
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

"Direita portuguesa começa a procurar normalizar o fascismo"

A eurodeputada Ana Gomes comenta as declarações de Nuno Melo que, além de não considerar o Vox como um partido de extrema-direita, ainda compara o partido à recém-formada Aliança.

"Direita portuguesa começa a procurar normalizar o fascismo"

O cabeça de lista do CDS às eleições de 26 de maio comparou o Vox (partido espanhol considerado de extrema-direita) à recém-criada Aliança de Santana Lopes. 

"O Vox estará para o Partido Popular [espanhol] como a Aliança está para o PSD", afirmou Nuno Melo, em entrevista à Lusa, referindo-se à Aliança, que considera "uma dissidência" do PSD.

Para Nuno Melo, o Vox, partido  liderado pelo antigo militante do PP Santiago Abascal, não é de extrema-direita como se diz, mas sim de direita. 

Perante esta posição do centrista, que Paulo Sande já repudiou, Ana Gomes reage sugerindo que se confronte Nuno Melo com "os vídeo dos apoiantes do Vox a canta o hino franquista 'Cara al Sol' e a fazer saudações nazi".

"Impossível não se ficar alarmado quando a direita portuguesa começa a procurar normalizar o fascismo inormalizável", comenta a socialista na sua página de Facebook. 

De salientar que, de acordo com as primeiras projeções das eleições gerais em Espanha, o Vox alcançou 12% dos votos, estreando-se assim no parlamento. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório