Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

PSD quer saída de governante. "Demissão do assessor não resolve problema"

Fernando Negrão aponta ao primeiro-ministro uma "atitude desculpabilizante".

PSD quer saída de governante. "Demissão do assessor não resolve problema"

Após o Executivo ter sido alvo de críticas nas últimas semanas, devido a relações familiares de membros do Governo, registou-se na quarta-feira a primeira demissão

Armindo Alves, que é primo do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, pediu a exoneração de funções.

A situação acontece após o Observador ter adiantado que, em setembro de 2016, o secretário de Estado do Ambiente nomeou o primo, para adjunto do seu gabinete. Ao ser confrontado com estas informações, o Ministério do Ambiente decidiu discutir o assunto e Armindo dos Santos Alves pediu mesmo a demissão.

Esta quinta-feira de manhã, em declarações à RTP, Fernando Negrão, líder parlamentar 'laranja', insistiu nas críticas, referindo que "a demissão do assessor não resolve o problema".

"A responsabilidade política não é do primo, é de quem o nomeou, que foi o secretário de Estado. Ele é que tem essa responsabilidade porque desafiou o primo", referiu, acrescentando de seguida que "o primo limitou-se a aceitar".

Com ironia, Negrão questionou se "acabaram os 'jobs for the boys', acabaram os lugares para os amigos, e agora temos os 'jobs for the family'?".

"Isto não pode ser", realçou ainda o social-democrata, que acusa ainda António Costa de desvalorizar o assunto, apontando-lhe "uma atitude desculpabilizante" relativamente a esta matéria.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório