Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2018
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

"Portugal não é um verdadeiro Estado de Direito porque há intocáveis"

O ex-candidato à Presidência da República Paulo de Morais elege Ricardo Salgado como alvo de críticas.

"Portugal não é um verdadeiro Estado de Direito porque há intocáveis"
Notícias ao Minuto

13:52 - 13/09/18 por Patrícia Martins Carvalho 

Política Paulo de Morais

Ricardo Salgado encontra-se a aguardar julgamento em liberdade, depois de ter estado em prisão domiciliária.

Para Paulo de Morais esta situação só é possível porque o antigo ‘dono disto tudo’ é “amigo de Marcelo Rebelo de Sousa, de António Costa, de Cavaco Silva e de Sócrates” e porque esteve “sempre ligado aos negócios mais obscuros e ilegais: intermediação na compra (corrupta) de submarinos aos alemães, tráfico de influências na privatização da EDP, destruição da Portugal Telecom, eventuais subornos a Sócrates e Vara, e tantos outros”.

Numa publicação feita na sua página do Facebook, o social-democrata lembra ainda que a estes exemplos se juntam muitos outros no estrangeiro e, no entanto, “o que lhe aconteceu até hoje?”.

“Nada!”, lamenta, referindo que “Salgado dispõe do cartão ‘Você está livre da Prisão’”, o qual tem escrito no verso a “lista dos políticos que foi subornando ao longo de anos e anos”.

Face a tudo isto, Paulo de Morais afirma que “Portugal não é um verdadeiro Estado de Direito, porque há intocáveis” e porque “vigora a lei do mais forte e do mais rico”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório