Meteorologia

  • 23 JUNHO 2018
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 22º

Edição

Costa convidou e Merkel aceitou. Chanceler alemã vem a Portugal este mês

A chanceler alemã vem ao território português a convite do primeiro-ministro.

Costa convidou e Merkel aceitou. Chanceler alemã vem a Portugal este mês
Notícias ao Minuto

17:01 - 22/05/18 por Patrícia Martins Carvalho

Política Diplomacia

Angela Merkel vai realizar, nos dias 30 e 31 de maio, uma visita oficial ao território português, faz saber o gabinete do primeiro-ministro.

Segundo a nota de imprensa enviada à redação do Notícias ao Minuto, a visita vai começar no Norte do país.

Acompanhada por António Costa, a chanceler alemã visitará, no primeiro dia, o novo Centro de Investigação e Desenvolvimento da empresa Bosch. No mesmo dia viajará para o Porto, mais precisamente para Instituto de Investigação e Inovação em Saúde, 13s.

“O programa inclui também um debate sobre o projeto europeu com estudantes de doutoramento da Universidade do Porto, no âmbito da iniciativa ‘Encontros com os cidadãos’”, lê-se na nota de imprensa.

No dia 31 de maio, Merkel deixará a Invicta e dirigir-se-á a Lisboa, onde vai ser recebida pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Depois reunirá com António Costa para uma discussão que permita “reforçar as relações políticas e económicas bilaterais, prosseguir o trabalho estreito que vêm desenvolvendo em temas centrais para o futuro da Europa, em particular o roteiro para completar a União Económica e Monetária, a gestão das migrações e o futuro Quadro Financeiro Plurianual”.

A última visita de Angela Merkel ainda foi no tempo da troika

A chanceler alemã esteve em Portugal, pela última vez, em 2012, no auge da austeridade imposta pela troika. Assim que aterrou em Lisboa, Merkel teve à sua espera duas manifestações. O povo português fez questão de mostrar o seu descontentamento para com a deterioração das condições de vida devido às medidas impostas pelo trio composto pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), pela Comissão Europeia e pelo Banco Central Europeu (BCE).

Dias antes desta visita, Angela Merkel havia dado uma entrevista à agência Bloomberg na qual garantia que existiam demasiados portugueses licenciados e que Portugal devia seguir o modelo alemão que aposta na formação profissional e não tanto no ensino universitário.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.