Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 12º

Edição

Buscas do Ministério Público na sede da RTP

Em causa estarão contratos assinados com Francisco Moita Flores.

Buscas do Ministério Público na sede da RTP

Segundo avança a SIC Notícias, estão a ser realizadas buscas da Polícia Judiciária na sede da RTP, dirigidas pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora. Contactada pelo Notícias ao Minuto, fonte da Procuradoria-Geral da República confirmou "a realização de buscas no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público do DIAP de Évora".

As diligências estarão relacionadas com contratos assinados com Francisco Moita Flores, escritor, comentador, ex-inspetor da Polícia Judiciária e antigo presidente da Câmara Municipal de Santarém, indica a SIC.

Aliás, a autarquia estará também implicada no caso que está a ser investigado pelas autoridades, por via de um patrocínio a um programa televisivo protagonizado por Moita Flores quando  corria o ano de 2012.

Na altura, Nuno Santos ocupava o cargo de diretor de informação da estação pública.

Notícias ao Minuto tentou obter mais esclarecimentos também junto do DIAP de Évora e da RTP mas, até ao momento, tal não se verificou possível. 

Entretanto, fonte oficial do canal de televisão do Estado confirmou à Lusa a informação das buscas, escusando-se, no entanto, a revelar mais pormenores sobre a operação.

Em declarações, desta feita à TVI24, Moita Flores reagiu ao caso: "Deverá estar relacionado com contratos de apoio à produção desse programa, porque na altura já foi feita uma campanha contra mim por órgãos locais", que queriam "que eu lhes desse publicidade a eles e eu entendi que deveria ter uma publicidade nacional e dei à RTP. Inclusive houve várias denúncias anónimas sobre o caso", justificou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório