Meteorologia

  • 25 JUNHO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 19º

Edição

Investigação a Elina Fraga "feita de propósito, para vinganças privadas"

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados comentou, na antena da SIC Notícias, a polémica que se instalou desde que Rui Rio anunciou Elina Fraga como uma das vice-presidentes do PSD.

Investigação a Elina Fraga "feita de propósito, para vinganças privadas"
Notícias ao Minuto

23:33 - 19/02/18 por Patrícia Martins Carvalho

País Marinho e Pinto

Desde o congresso do PSD que a ex-bastonária da Ordem dos Advogados está na mira dos holofotes. Primeiro, as críticas por parte de outros elementos do partido, como foi o caso de Paula Teixeira da Cruz, que descreveu a eleição de Elina Fraga como uma “traição”, depois a notícia de que a ex-bastonária está a ser investigada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal devido à sua gestão enquanto tesoureira e depois enquanto bastonária da Ordem.

Nesta senda, António Marinho e Pinto saiu em defesa da colega que, afirmou, “colocou em causa os interesses instalados” na Ordem e na Justiça, razão pela qual “muita gente não a vê com bons olhos, porque sabem que com ela não há cedências ao compadrio e ao nepotismo”.

Isto [investigação] foi feito de propósito para vinganças privadas, satisfações de rancor e frustrações na Ordem dos Advogados porque, finalmente, foi devolvida a Ordem aos advogados portugueses […] e não apenas à aristocracia decadente da advocacia lisboeta

Ainda sobre o tema, Marinho e Pinto defendeu Elina Fraga da acusação feita por Paula Teixeira da Cruz: “Não foi a doutora Elina Fraga que apresentou queixa [contra os membros do governo de Passos Coelho aquando do mapa judiciário]. Quem apresentou a queixa foi a Ordem dos Advogados”.

E por falar na ex-ministra da Justiça, o atual presidente do Partido Democrático Republicano acusou-a de ter criado uma “rede clientelar poderosíssima à volta do Ministério da Justiça com mistura de interesses públicos e privados”.

“Foi a ministra mais populista e demagógica que houve na justiça”, rematou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.