Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

PJ faz buscas no Benfica devido ao caso dos emails

Em declarações ao Notícias ao Minuto, fonte oficial do Benfica confirma que a PJ está nas suas instalações e diz que o clube encara as buscas "com a maior normalidade".

PJ faz buscas no Benfica devido ao caso dos emails
Notícias ao Minuto

10:23 - 19/10/17 por Pedro Bastos Reis

País Justiça

A Polícia Judiciária (PJ) está a efetuar buscas, na manhã desta quinta-feira, na sede do Sport Lisboa e Benfica, avança a TVI. Em causa, está o caso dos emails divulgados por Francisco J. Marques, no Porto Canal.

O Notícias ao Minuto confirmou a informação junto de fonte oficial do Benfica, que diz que o clube “encara [as buscas] com a maior normalidade”.

A mesma fonte não confirma, contudo, que as buscas também estão a decorrer nas habitações de Luís Filipe Vieira e de Pedro Guerra, tal como vem sendo avançado por vários órgãos de comunicação social.

A Procuradoria-Geral da República confirmou as buscas, tendo emitido mandados de busca domiciliária e não domiciliária por suspeitas dos crimes de corrupção ativa e passiva. Quatro magistrados do Ministério Público, dois juízes de instrução e 28 elementos da PJ foram destacados.

Em comunicado, o clube da Luz diz que as buscas apenas "pecam por tardias". "Estas operações, que pecam por tardias, são encaradas com a maior normalidade pela Sport Lisboa e Benfica SAD, que desde o primeiro momento requereu e disponibilizou-se a fornecer toda a informação necessária a um cabal esclarecimento de toda esta situação, reiterando a sua total colaboração ativa nos trabalhos que estão em curso para o apuramento da verdade", lê-se no documento.

Na passada sexta-feira, recorde-se, o Tribunal Cível da Comarca do Porto rejeitou a providência cautelar apresentada pelo Benfica, que pretendia impedir o Futebol Clube do Porto de divulgar novas informações sobre a polémica dos emails.

O Benfica considerou a decisão do Tribunal "muito grave e absurda num Estado de Direito" e anunciou que vai recorrer da mesma para o Tribunal da Relação. 

A polémica do 'caso dos emails' começou a ganhar dimensão nos últimos meses, depois de Francisco J. Marques, diretor de comunicação do Futebol Clube do Porto, ter começado a divulgar, no Porto Canal, vários emails que envolvem dirigentes ligados ao Benfica. 

Entre as pessoas envolvidas constam o presidente do clube da Luz, Luís Filipe Vieira, o assessor jurídico da SAD do clube 'encarnado', Paulo Gonçalves, o antigo responsável pelos conteúdos da Benfica TV, Pedro Guerra, e Rui Gomes da Silva, ex-vice presidente do clube.

O ex-árbitro Adão Mendes e o delegado da Liga, Nuno Cabral, são outros dos nomes associados a esta polémica. 

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório