Meteorologia

  • 14 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Quercus quer proibição da caça em concelhos afetados pelos incêndios

A associação ambientalista faz um apelo ao Governo.

Quercus quer proibição da caça em concelhos afetados pelos incêndios

Com a abertura da época de caça, a 20 de agosto, a Quercus alerta para as ilegalidades que considera estarem a ser cometidas, bem como para os “vários problemas graves” por resolver.

Em comunicado, a associação ambientalista refere a “necessidade urgente de corrigir esta situação e promover uma gestão mais sustentável” do meio ambiente, de forma a proteger a biodiversidade.

Neste sentido, deixa um apelo ao Governo para que suspenda a atividade de caça nos municípios afetados pelos incêndios “em mais de 20% da sua área territorial”, lembrando que nessas áreas “as populações de animais foram dizimadas pelo fogo e os que conseguiram sobreviver têm agora dificuldades na obtenção de abrigo e alimento”.

“A caça é um recurso natural que está dependente dos ciclos periódicos naturais”, refere a associação, pedindo que o período estipulado até agora, de dois a três anos consecutivos, seja reduzido para um período anual, alegando que podem ocorrer situações imprevistas, como incêndios.

Usando como exemplo o envenenamento por chumbo do pato-real, que segundo estudos citados pela associação atinge valores de mortalidade “que chegam perto dos 60%”, a Quercus pede, também, a interdição “imediata e total” do uso de chumbo como munição em todo o território nacional, à semelhança do que já sucede noutros países.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório