Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2017
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Mães e pais estudantes têm direitos legais a partir de terça-feira

As mães e os pais estudantes têm a partir de terça-feira os mesmos direitos legais em matérias como a justificação de falta para consultas pré-natais ou assistência familiar, ao abrigo de um diploma publicado hoje em Diário da República.

Mães e pais estudantes têm direitos legais a partir de terça-feira
Notícias ao Minuto

13:29 - 01/08/17 por Lusa

País Parentalidade

O diploma aprovado na Assembleia da República a 09 de junho resulta de projetos de lei do Bloco de Esquerda, PCP e PAN e visa melhorar as condições de igualdade para mães e pais estudantes, alterando a lei de 2001 que determina os apoios sociais a pais estudantes, com o objetivo de prevenir o insucesso e abandono escolares.

Ao abrigo desta lei, as mães e pais estudantes gozam de um regime especial de faltas, consideradas justificadas, para prestar assistência, em caso de doença ou acidente, a filho menos de 12 anos ou, independentemente da idade, a filho com deficiência ou doença crónica, bem como durante todo o período de eventual hospitalização.

O Governo fica com a responsabilidade de verificar o cumprimento da aplicação deste diploma por parte das escolas e instituições de ensino superior público assim como de proceder ao levantamento do número de alunos que beneficiam dos direitos.

O diploma determina ainda que o Governo deve elaborar um relatório sobre a realidade da gravidez precoce e da gravidez em jovens estudantes assim como estudar e implementar medidas de apoio social que garantam os necessários apoios económicos e sociais para que mães e pais prossigam os seus estudos.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório