Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Condeixa-a-Nova elogia "coragem, inteligência e determinação"

A Câmara de Condeixa-a-Nova, distrito de Coimbra, elogiou a "coragem, inteligência e determinação" de Mário Soares, antigo primeiro-ministro e Presidente da República, que morreu hoje em Lisboa aos 92 anos.

Condeixa-a-Nova elogia "coragem, inteligência e determinação"
Notícias ao Minuto

22:32 - 07/01/17 por Lusa

País Soares

"Fundador da democracia em Portugal, Mário Soares é uma das maiores referências do país, representando a Liberdade conquistada em Abril de 1974, através de reconhecida coragem, inteligência e determinação", diz a autarquia liderada pelo socialista Nuno Moita.

O antigo Presidente da República Mário Soares morreu hoje, aos 92 anos, disse à agência Lusa fonte do Hospital da Cruz Vermelha.

"Em nome de todos os condeixenses, o presidente da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita, expressa as mais profundas condolências aos familiares do Dr. Mário Soares, antigo Presidente da República e primeiro-ministro".

Esta Câmara recorda ainda que Mário Soares visitou o concelho por diversas vezes, "nomeadamente em 1989, na cerimónia de inauguração dos Paços do Concelho de Condeixa e, em 1990, na inauguração da Casa Museu Fernando Namora".

"Em sinal de profunda consternação pelo seu falecimento, as bandeiras da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova serão colocadas a meia haste, cumprindo os três dias de luto nacional decretados.

Mário Soares encontrava-se internado desde o dia 13 de dezembro de 2016, tendo sido transferido no dia 22 do mesmo mês dos Cuidados Intensivos para a "unidade de internamento em regime reservado" do Hospital da Cruz Vermelha, depois de sinais de melhoria do estado de saúde.

No entanto, no dia 24 de dezembro, um agravamento súbito da situação clínica obrigou ao regresso do antigo chefe de Estado à Unidade dos Cuidados Intensivos.

No dia 31 de dezembro, dia da última atualização feita pelo hospital sobre o seu estado de saúde, Mário Soares continuava em "coma profundo", mas "estável e com parâmetros vitais normais".

Mário Soares desempenhou os mais altos cargos no país e a sua vida confunde-se com a própria história da democracia portuguesa: combateu a ditadura, foi fundador do PS e Presidente da República.

Nascido a 07 de dezembro de 1924, em Lisboa, Mário Alberto Nobre Lopes Soares foi fundador e primeiro líder do PS, e ministro dos Negócios Estrangeiros após a revolução do 25 de Abril de 1974

Primeiro-ministro entre 1976 e 1978 e entre 1983 e 1985, foi Soares a pedir a adesão à então Comunidade Económica Europeia (CEE), em 1977, e a assinar o respetivo tratado, em 1985. Em 1986, ganhou as eleições presidenciais e foi Presidente da República durante dois mandatos, até 1996.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório