Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

PS defende valor da solidariedade no acolhimento a refugiados

O deputado socialista Vitalino Canas defendeu hoje o valor europeu da solidariedade, confiando que Portugal tem condições para acolher refugiados dada a atual crise, devendo as instituições europeias zelar pela receção ordenada de pessoas e prever soluções de longo prazo.

PS defende valor da solidariedade no acolhimento a refugiados
Notícias ao Minuto

18:02 - 14/10/15 por Lusa

País Vitalino Canas

O parlamentar socialista falava à saída do encontro com o primeiro-ministro, Passos Coelho, na residência oficial do chefe de Governo, em São Bento, Lisboa, visando a preparação da próxima reunião do Conselho Europeu, quinta e sexta-feira, em Bruxelas.

"A Europa tem valores e um dos que defende desde sempre é o da solidariedade. A todos aqueles que necessitam de assistência internacional devido a problemas nos respetivos países, devido a problemas políticos, de guerra, de perda dos seus modos de vida, habitações, Portugal e a Europa devem ter uma resposta holística", disse Vitalino Canas.

Hoje mesmo, a Comissão Europeia indicou que Portugal deverá receber os primeiros refugiados, provenientes de Itália, na próxima semana, na sequência do compromisso assumido pelos 28 Estados-membros a 23 de setembro.

"Portugal tem todas as condições para acolher todos os refugiados que for necessário recolher nesta circunstância", garantiu o deputado do PS.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, deu hoje conta da intenção de concluir os trabalhos da cimeira ainda na quinta-feira à noite (inicialmente a reunião deveria prolongar-se até sexta-feira ao início da tarde), indicando aos líderes europeus que será possível "fazer uma primeira avaliação" das medidas acordadas pelos 28 na cimeira extraordinária de setembro passado.

"A Europa tem de ter também uma solução de longo prazo porque este problema vai manter-se durante alguns anos. Essa solução de longo prazo passa por cobrir as várias dimensões: o acolhimento adequado, ordenado - tem de haver vias de entrada ordenada, para registo e encaminhamento, tem de haver o aligeiramento da pressão de alguns países da orla sul (Itália, Grécia, Chipre)", alertou ainda Vitalino Canas.

HPG (ACC) // ZO

Noticias Ao Minuto/Lusa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório