Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Professora atira filho pela janela e suicida-se

Uma professora de 47 anos atirou o filho autista da janela do 4º andar do hotel Ibis de Bragança e suicidou-se de seguida, escreve este domingo o Jornal de Notícias (JN).

Professora atira filho pela janela e suicida-se

O Jornal de Notícias (JN) noticia hoje que uma professora de Matemática de 47 anos foi vista a atirar o filho autista de 12 anos pela janela do hotel Ibis, em Bragança, e a atirar-se de seguida pela janela.

As quedas de mãe e filho, que foram retirados pelos bombeiros do passeio da Avenida das Forças Armadas, em Bragança, foram presenciadas por uma testemunha citada pelo JN e que ficou em estado de choque.

Os bombeiros foram alertados pelas 14h20. “Quando as ambulâncias chegaram encontraram uma senhora e um rapaz, sem sinais vitais. Fizemos a evacuação com urgência do hospital, onde foi declarado o óbito”, explicou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Bragança, José Fernandes.

Manuela Paçó, natural de Vinhais, deixou uma carta a despedir-se da família. Amigos e conhecidos não têm explicação para o caso, adianta o JN.

A professora também era vice-presidente da Assembleia-geral da LEQUE – Associação Transmontana de Pais com Crianças com Necessidades Educativas Especiais, sediada em Alfândega da Fé, e o filo Martim, que era autista, foi a principal razão que levou Manuela a dedicar-se ao apoio aos portadores de deficiência.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório