Meteorologia

  • 13 JULHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 25º

Do naufrágio à recuperação de todos os corpos. Que aconteceu em 7 dias?

Naufrágio da 'Virgem Dolorosa' aconteceu na semana passada. Embarcação levava a bordo 15 portugueses e dois indonésios.

Do naufrágio à recuperação de todos os corpos. Que aconteceu em 7 dias?
Notícias ao Minuto

18:57 - 10/07/24 por Notícias ao Minuto

País Marinha Grande

Uma semana depois de uma embarcação ter naufragado na Marinha Grande, no distrito de Leiria, foram encontrados três corpos que, "ao que tudo indica" são das vítimas que ainda estavam dadas como desaparecidas.

O 'desfecho' da busca pelos restos mortais já tinha sido avançado ao início desta tarde, mas, agora, a AMN - em comunicado - deu conta de que os últimos três corpos foram "encontrados por debaixo de diversas dornas (recipiente de grandes dimensões), que se encontravam no convés da embarcação naufragada, ao largo da praia do Samouco".

"Após a remoção dos corpos do local, estes encontram-se a ser transportados pelos tripulantes para a Estação Salva-vidas da Nazaré, com o apoio, por terra, dos Bombeiros Voluntários da Nazaré e de Alcobaça", referiu ainda a AMN, acrescentando que o apoio que tem vindo a ser prestado desde o início desta tragédia por parte do Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima continua a decorrer.

A descoberta dos corpos aconteceu na sequência das operações de reflutuação da embarcação, que estiveram interrompidas durante o fim de semana devido às condições "meteorológicas desfavoráveis" que se fizeram sentir no fim de semana.

As buscas pelos corpos terminaram então esta quarta-feira, com o processo de reflutuação da embarcação a decorrer ainda. De acordo com a AMN, há ainda uma equipa que está a trabalhar na recolha de provas, por forma a tentar perceber qual a causa do naufrágio.

O naufrágio da 'Virgem Dolorosa'

Passava pouco das 4 horas da madrugada quando as autoridades receberam o alerta para um naufrágio entre São Pedro Moel e a Praia da Vieira. Na embarcação 'Virgem Dolorosa' seguiam 17 pescadores.

Nas 12 horas seguintes, onze pessoas foram resgatadas e foram logo encontrados três corpos. As restantes vítimas, só foram descobertas hoje, uma semana depois.

Os sobreviventes foram hospitalizados, e teriam entre cerca de 20 a 60 anos, com o caso mais grave a ser de um dos pescadores mais velhos, com 57 anos. Na altura, houve sobreviventes que tiveram logo alta hospitalar, e o caso mais grave foi transferido para Coimbra.

Naufrágio

Naufrágio "sem justificação". Dos sobreviventes às reações, que se sabe?

Uma embarcação com pescadores naufragou durante a madrugada desta quarta-feira e deixou sobreviventes em "choque". Enquanto ainda decorrem buscas, foi aberto um inquérito para perceber o que se passou - dado que o barco 'Virgem Dolorosa' era recente, assim como a sua tripulação era "experiente".

Notícias ao Minuto | 14:34 - 03/07/2024

O "choque"

Os sobreviventes estavam "em choque", como descreveu o presidente da Câmara da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, na altura. Em declarações aos jornalistas, disse também que havia sobreviventes que tinham ficado cerca de "três minutos na água".

Já o presidente da Organização de Produtores da Figueira da Foz, António Lé, disse não haver explicações para o naufrágio da embarcação: "A embarcação estava no exercício da sua atividade, em conjunto com as outras [mais seis da mesma organização] e, de um momento para o outro, virou. Não se sabe as razões, não se sabe nada, virou".

A embarcação em questão, 'Virgem Dolorosa', tinha sido comprada há três anos, e nela seguiam pescadores experientes, de acordo com o que detalhou.

As reações

A tragédia foi lamentada não só pelos responsáveis da região, como por Pedro Santana Lopes, presidente da Câmara da Figueira da Foz, ou o autarca da Marinha Grande, Aurélio Ferreira, que hoje deu conta de que desconhece se o último "corpo estava no barco ou no exterior, nas redes, aguardando-se que os mergulhadores saiam para a obtenção de informações concretas".

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou "profundamente" o naufrágio, enderençando as "sinceras condolências" a todos os envolvidos.

"Tragédia". Marcelo lamenta "profundamente" naufrágio na Marinha Grande

Na embarcação seguiam 17 pessoas e, de acordo com o último balanço, há três mortos, onze resgatados e três desaparecidos.

Notícias ao Minuto | 10:23 - 03/07/2024

Também o primeiro-ministro, Luís Montenegro, lamentou a situação, tendo ido à Figueira da Foz para se inteirar sobre as operações de busca. "Infelizmente, Portugal teve na noite de hoje uma catástrofe com um naufrágio num barco de pesca, queria aqui expressar publicamente o pesar e a consternação do Governo português", asseverou, na altura.

Mas naufrágio da 'Virgem Dolorosa' não é único. Na última década vários aconteceram - recorde-os aqui.

Leia Também: Município de Leiria quer revisão do Programa da Orla Costeira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório