Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 26º

Montenegro quer "reforçar laços" com França e torná-los "mais profundos"

Declarações do primeiro-ministro português antes de se reunir com o presidente francês, Emmanuel Macron.

Montenegro quer "reforçar laços" com França e torná-los "mais profundos"
Notícias ao Minuto

12:47 - 19/06/24 por Notícias ao Minuto

País Luís Montenegro

O primeiro-ministro português Luís Montenegro está, esta quarta-feira, em Paris, para discutir com o Presidente da República francês, Emmanuel Macron, vários assuntos relacionados com as relações entre ambos os países, assim como a distribuição de cargos na União Europeia (UE).

Antes da reunião, Chefe do Executivo português sublinhou, a partir do Palácio do Eliseu, que a "predisposição" do Estado português "é não só continuar a reforçar os laços com França", como "incrementar esta relação", uma vez que considera que há ainda um "espaço de cooperação que pode ser mais profundo e pode servir os nossos povos".

Luís Montenegro aproveitou o momento para agradecer a forma como França acolhe "a grande comunidade portuguesa" que vive no país e para lembrar que, além dos turistas que visitam Portugal, há "uma comunidade crescente de franceses" a imigrar para o nosso país. "Portugal será sempre uma terra que receberá com entusiasmo e solidariedade os cidadãos franceses que nos procuram", garantiu.

Sobre os assuntos europeus, o primeiro-ministro português realçou que o Governo está "muito focado nas principais agendas que temos na UE", como é o caso do apoio à Ucrânia, do acompanhamento da situação na Faixa de Gaza, do desenvolvimento económico na Europa e da questão dos fluxos migratórios.

Para o encontro com Emmanuel Macron, Luís Montengro revelou ainda que ia com um "espírito de diálogo e concertação".

Por fim, o primeiro-ministro português saudou a realização dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que se realizam em França, entre julho e setembro, e revelou que vai marcar presença nos eventos não só para "testemunhar aquilo que é a capacidade organizativa" do país organizador como para "acompanhar os atletas portugueses".

Leia Também: "A seleção está forte. É uma equipa unida". Montenegro celebra em Leipzig

Recomendados para si

;
Campo obrigatório