Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 38º

Mais de metade dos trabalhadores da AT já sofreu agressões

Inquérito do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) revela ainda que o mesmo número de funcionários "sente-se ou já se sentiu à beira do burnout".

Mais de metade dos trabalhadores da AT já sofreu agressões
Notícias ao Minuto

11:21 - 19/06/24 por Notícias ao Minuto

Economia Autoridade Tributária

Mais de metade dos funcionários da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), concretamente 60%, já sofreu agressões físicas ou verbais no exercício das suas funções, revelou esta quarta-feira o Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), num comunicado enviado ao Notícias ao Minuto.

De acordo com o STI, que realizou um inquérito junto dos seus associados para aferir várias questões relativas a estes trabalhadores, "o mesmo número – ou seja 60% dos inquiridos – sente-se ou já se sentiu à beira do burnout".

"Igualmente preocupante", realça o STI na mesma nota, "é a perceção dos trabalhadores quando à avaliação da gestão de recursos humanos na AT", com 86% dos inquiridos a responderem negativamente.

Para o STI, os resultados ao inquérito não são uma surpresa, uma vez que considera existir, por parte da tutela, "dois pesos e duas medidas, com um grupo de trabalhadores que são relativamente respeitados pela administração, mas a uma maioria, que tem sido repetidamente prejudicada pela administração que prolonga procedimentos, complica processos e leva a uma total desmotivação dos trabalhadores com decisões contraditórias em situações semelhantes, com mudanças de regras a meio do jogo e com escolhas que prejudicam o trabalho em vez de o potenciar, de que é principal exemplo o interminável processo de transição dos trabalhadores não licenciados para as novas carreiras negociadas já no longínquo ano de 2019".

"Uma gestão que tem criado um mal-estar cada vez mais evidente e que chega ao sindicato através de sentimentos de tristeza, revolta e indignação de quem se vê tratado sem respeito e de forma discriminatória", explica a estrutura sindical, sublinhando que 86% dos inquiridos demonstraram intenção de aderir a formas de protesto, como a greve.

Ao inquérito responderam 2.613 sócios do STI, que representa cerca de 6.900 trabalhadores, num total de 10.488, de acordo com os dados oficiais do Balanço Social da AT de 2022.

Leia Também: IRS e IRC. Contribuintes apontam demora na validação das declarações

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório