Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 32º

Caso gémeas. Mãe vai (mesmo) ser ouvida na 6.ª-feira por videoconferência

A mãe das gémeas tratadas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vai depor na sexta-feira na comissão parlamentar de inquérito através de videoconferência por ser "a única cuidadora das duas filhas", confirmou hoje à Lusa o advogado.

Caso gémeas. Mãe vai (mesmo) ser ouvida na 6.ª-feira por videoconferência
Notícias ao Minuto

14:08 - 18/06/24 por Lusa

País Caso gémeas

"A mãe é a única cuidadora das duas filhas e teria que se ausentar de casa quatro a cinco dias -- longe das filhas -- para estar aqui [em Portugal]. Como única cuidadora não considera que seja pertinente algo que possa fazer sem prejuízo das crianças", afirmou Wilson Bicalho.

De acordo com o advogado, a audição por videoconferência ficou definida hoje depois de ter sido feita uma solicitação à comissão parlamentar de inquérito.

A audição à mãe das crianças está agenda sexta-feira às 14h00.

Em 06 de junho, a mãe chegou a admitir vir a Portugal para prestar declarações, renunciando à possibilidade de testemunhar à distância por viver no Brasil.

"Sim, é possível. Apesar da prerrogativa de poder fazer de uma forma remota por não residir em Portugal, estou a averiguar com a mãe a disponibilidade financeira e de agenda para que vá pessoalmente a Portugal prestar os depoimentos", disse Wilson Bicalho, na ocasião.

Na segunda-feira, o presidente da comissão de inquérito, Rui Paulo Sousa, disse aos jornalistas que a audição da mãe das gémeas seria "em princípio por videoconferência".

Em relação ao pai, não está agendada, uma vez que o parlamento ainda não teve resposta, referiu o também deputado do Chega.

As audições da comissão de inquérito sobre o caso das gémeas tratadas no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, com um medicamento que tem um custo de dois milhões de euros por pessoa, arrancaram segunda-feira, com o depoimento do ex-secretário de Estado Adjunto e da Saúde António Lacerda Sales.

O presidente da comissão indicou também que os trabalhos vão decorrer até 26 de julho, sendo suspensos durante o mês de agosto, e retomam no dia 10 de setembro.

Leia Também: Mãe das gémeas é a próxima a ser ouvida na comissão de inquérito

Recomendados para si

;
Campo obrigatório