Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 21º

Beijos, abraços e 'selfies'. O 1.º dia de Marcelo e Montenegro na Suíça

A Suíça tem a segunda maior comunidade de emigrantes portugueses no mundo.

Notícias ao Minuto

23:44 - 11/06/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Presidente da República

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, Luís Montenegro, chegaram, esta terça-feira, a Genebra, na Suíça, no âmbito das celebrações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

A Suíça, sublinhe-se, tem a segunda maior comunidade de emigrantes portugueses no mundo.

No primeiro dia da visita, que decorrerá até quarta-feira, os governantes estiveram numa escola secundária de Genebra e seguiram para um encontro com a comunidade portuguesa.

Na escola 'Cycle d'orientation des Grandes-Communes', que conta com três turmas de ensino de português, Marcelo destacou a importância de os jovens terem querido aprender a língua portuguesa, sublinhando tal ajuda a ligá-los mais a Portugal, mas também ao resto do mundo.

O chefe de Estado agradeceu ainda à comunidade lusa tudo o que têm feito por Portugal, insistindo que os portugueses "são os melhores dos melhores", mas disse ter noção de que a sua luta "nem sempre é fácil".

"A Suíça não era a mesma se não houvesse portugueses", destaca Marcelo

O Presidente da República, que se encontra na Suíça no âmbito do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, destacou que "os portugueses são muito importantes" no país.

Notícias ao Minuto com Lusa | 16:43 - 11/06/2024

Na quarta-feira, as celebrações terão lugar em Zurique, mas só depois de uma 'escala' na capital, Berna, para um encontro e almoço com a Presidente da Confederação Suíça, Viola Amherd.

Em Zurique, Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro têm previstos encontros com representantes da comunidade portuguesa e com a própria comunidade, este último também finalizado com um momento musical, um concerto de música clássica por jovens músicos portugueses, que encerrarão o programa da dupla comemoração na Suíça.

Quando assumiu a chefia do Estado, em 2016, Marcelo Rebelo de Sousa lançou, em articulação com o então primeiro-ministro, António Costa, e com a participação de ambos, um modelo inédito de duplas comemorações do 10 de Junho, primeiro em Portugal e depois junto de comunidades portuguesas no estrangeiro.

A Suíça é o sétimo país estrangeiro a acolher a celebração, após França (2016), Brasil (2017), Estados Unidos (2018), Cabo Verde (2019), Reino Unido (2022) e África do Sul (2023), sendo que em 2020 e 2021 só houve cerimónias em Portugal devido à pandemia da Covid-19.

Pode ver, na galeria acima, imagens do primeiro dia de Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro na Suíça.

Leia Também: Primeiro-ministro pede ajuda a emigrantes para aumentar trocas comerciais

Recomendados para si

;
Campo obrigatório