Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 26º

Plano de Emergência com "algumas respostas" e "medidas utópicas"

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) considera que o Plano de Emergência da Saúde hoje apresentado pelo Governo tem "algumas respostas" mas também "medidas utópicas", sem contemplar melhorias na grelha salarial.

Plano de Emergência com "algumas respostas" e "medidas utópicas"
Notícias ao Minuto

20:03 - 29/05/24 por Lusa

País Saúde

"Achamos que o plano tem medidas que fazem sentido e outras utópicas. Mas que serão sempre complementares ao que precisamos: melhor grelha salarial e avaliação de desempenho" dos médicos, disse à Agência Lusa o secretário-geral do SIM, Nuno Rodrigues.

O Governo apresentou hoje um Plano de Emergência da Saúde, que contempla medidas como a criação de centros de atendimento clínico para atender situações agudas de menor complexidade e urgência, a criação de 20 unidades de saúde familiar para 180 mil utentes, atribuição de incentivos para cirurgias oncológicas ou um canal de atendimento direto para grávidas.

Como positivo o responsável destacou o reforço das convenções na área da obstetrícia, porque os valores pagos que eram um entrave a realização de ecografias, simplificação de situações burocráticas ou incentivos à adesão ao regime voluntário de carteira adicional de utentes.

Na parte negativa Nuno Rodrigues questionou a criação de centros de atendimento clínico, por não entender que profissionais vão trabalhar nesses centros. A falta de profissionais é também o motivo pelo qual coloca em causa o reforço de serviços como a teleconsulta.

Leia Também: Farmacêuticos questionam se Governo tem condições para implementar plano

Recomendados para si

;
Campo obrigatório