Meteorologia

  • 16 JUNHO 2024
Tempo
25º
MIN 15º MÁX 25º

Recluso francês em fuga escondido em Lisboa? PSP recebeu denúncia

Mohamed Amra está a ser procurado internacionalmente depois de ter fugido da alçada das autoridades francesas, num ataque à carrinha prisional onde estava a ser transportado, durante o qual morreram dois guardas prisionais.

Recluso francês em fuga escondido em Lisboa? PSP recebeu denúncia

A Polícia de Segurança Pública (PSP) recebeu uma denúncia a dar conta que Mohamed Amra, um perigoso recluso francês evadido da prisão durante uma emboscada efetuada por um grupo armado que assassinou dois guardas prisionais, na semana passada, pode estar escondido em Lisboa.

Fonte da PSP confirmou ao Notícias ao Minuto que recepcionou a denúncia na passada segunda-feira e que "a informação foi passada aos polícias". Contudo, "até agora não há nada em concreto".

De acordo com o Correio da Manhã, que avançou com a notícia, o fugitivo, conhecido por 'A Mosca', pode estar escondido entre a comunidade árabe sem-abrigo na estação da Gare do Oriente, no Parque das Nações. No entanto, após terem estado no terreno para verificar a referida denúncia, não encontraram nada que a corrobore.

A PSP acha ainda "estranho" que um homem como Mohamed Amra, de 30 anos, que pertence a um grupo criminoso com elevadas posses monetárias se escondesse entre os sem-abrigo.

Recorde-se que Mohamed Amra é alvo de um mandado de captura emitido pelas autoridades francesas e até a Interpol já emitiu um alerta internacional "vermelho" ("red notice") a pedir "às forças internacionais de todo o mundo" para o tentarem localizar e deter "provisoriamente para posterior extradição"”.

'A Mosca' está em parte incerta desde 14 de maio, dia em que conseguiu fugir da alçada das autoridades francesas depois de a carrinha onde estava a ser transportado ser alvo de uma emboscada deliberada na região de Eure, por quatro homens armados que mataram dois guardas prisionais e deixaram gravemente feridos outros três.

Com apenas 30 anos, o homem nascido em 1994 já tem 13 condenações, a primeira das quais em 2009, quando tinha apenas 15 anos. A maior parte dizem respeito a crimes contra a propriedade, nomeadamente roubos, mas no seu ‘currículo’ constam também os crimes de posse de arma proibida e uma tentativa de homicídio.

Em setembro de 2023 foi indiciado por um homicídio cometido por "gangue organizado", assim como por sequestro e associação criminosa, entre outros crimes.

Leia Também: Vídeo mostra ataque que matou dois guardas prisionais em França

Recomendados para si

;
Campo obrigatório