Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 20º

Exército em "prontidão" para o apoio à prevenção de fogos rurais em 2024

Com "250 militares" e meios adicionais em emergências complexas, o objetivo é proteger e salvaguardar as "pessoas e bens", revela aquele ramo das forças armadas.

Notícias ao Minuto

19:17 - 16/05/24 por Notícias ao Minuto

País Incêndios

O Exército Português encontra-se pronto a apoiar, desde quarta-feira, os agentes de Proteção Civil em todo o território continental, empenhando as capacidades específicas na Prevenção e Apoio ao Combate a Incêndios Rurais.

Em comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, o ramo das forças armadas denota que estão em "prontidão" meios adicionais em emergências complexas e "250 militares", com o objetivo de proteger e salvaguardar as "pessoas e bens".

Para a estratégia de apoio aos incêndios, o Exército prevê, segundo a nota, o empenhamento de: 

- Capacidade de Comando de Controlo, no registo de 24 horas/dia, sete dias por semana;
- Seis Módulos de Intervenção em Rescaldo e Vigilância Ativa Pós-Incêndio (RVPI);
- Cinco Destacamentos de Engenharia, no apoio ao combate e prevenção de incêndios rurais;
- 10 Patrulhas de vigilância e deteção;
- Módulo de Intervenção de Alimentação;
- Módulo de Alojamento;
- Módulo de Recuperação de Viaturas;
- Módulo de Transporte de Pessoal;
- Módulo de Transporte de Carga;
- Módulo de Reabastecimento de Combustíveis;
- Módulo de Apoio Psicológico.

De acordo o ramo das forças armas, está ainda programado para a Esquadra 991 (UAS OGASSA), sete militares, "com a finalidade de se constituírem operadores dos Sistemas Aéreos não Tripulados, na sua missão de vigilância e deteção aérea, no âmbito dos incêndios rurais".

Veja as imagens na galeria acima.

Leia Também: Fogos. Dispositivo em Portalegre com mais elementos e mesmos meios aéreos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório