Meteorologia

  • 22 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 22º

Ministra da Justiça volta às negociações com guardas prisionais

A ministra da Justiça recebe hoje os três sindicatos representativos dos guardas prisionais para negociações sobre a criação de um subsídio de missão, após um adiamento para apresentação de contrapropostas.

Ministra da Justiça volta às negociações com guardas prisionais
Notícias ao Minuto

07:01 - 16/05/24 por Lusa

País Justiça

A reunião esteve marcada para terça-feira da semana passada com o Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP), a Associação Sindical de Chefias do Corpo da Guarda Prisional (ASCCGP) e o Sindicato Independente do Corpo da Guarda Prisional (SICGP), os quais apelidaram de humilhante a proposta apresentada pela tutela.

A ministra Rita Alarcão Júdice tinha proposto a estes sindicatos a mesma proposta que havia sido feita aos sindicatos da GNR e da PSP pelo Ministério da Administração Interna e que previa um suplemento de 12% para comissários, de 9% para chefias e de 7% para os guardas.

Além da valorização das carreiras, os guardas prisionais reclamam a atualização de salários e suplementos remuneratórios, incluindo a atribuição de um suplemento de missão semelhante ao que foi atribuído à Polícia Judiciária e que também está em negociação com a PSP e a GNR.

De acordo com o SNCGP, há 3.885 guardas prisionais, mas são necessários mais cerca de 1.500.

Leia Também: Juízes querem rápida reforma sem cedências à "agitação do momento"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório