Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 28º

Algarve. PJ investiga morte de homem encontrado na rua após fogo em casa

Causas do fogo, que ocorreu num apartamento de Vila Real de Santo António, estão a ser investigadas, assim como a morte de um homem, que seria o proprietário do apartamento, cujo corpo foi encontrado noutra rua.

Algarve. PJ investiga morte de homem encontrado na rua após fogo em casa
Notícias ao Minuto

09:34 - 23/04/24 por Natacha Nunes Costa com Lusa

País Incêndio

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um incêndio que deflagrou, na madrugada desta terça-feira, num apartamento de Vila Real de Santo António, no Algarve, deixando cinco pessoas desalojadas, confirmou fonte desta autoridade ao Notícias ao Minuto.

Além do incêndio, revelou a mesma fonte, os inspetores investigam a morte do alegado proprietário do apartamento onde deflagrou o fogo, encontrado já cadáver numa outra rua, a cerca de 70 metros do local.

De acordo com a TVI, o homem, de 63 anos, tinha sinais de agressão. Uma testemunha disse mesmo a este canal de televisão que a vítima tinha dois cortes na face e estava numa "poça de sangue".

Já outra testemunha disse à TVI que a pessoa que vivia no apartamento morreu há cerca de três semanas e que, desde aí, este encontrava-se vazio, uma vez que a vítima mortal morava noutro local.

Recorde-se que as primeiras informações davam conta que o homem tinha morrido na sequência do incêndio, o que pode não ter acontecido.

A Polícia Judiciária (PJ) encontra-se agora a investigar o caso.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Álvaro Araújo, avançou que a autarquia disponibilizou alojamento aos cinco desalojados, mas estes recusaram.

"São cinco pessoas que recusaram o alojamento disponibilizado pelo município e ficaram em casa de um familiar", sublinhou.

Segundo Álvaro Araújo, a vítima mortal é de Vila Real de Santo António e "conhecida de toda gente", mas não residiria naquele apartamento e sim na zona das Hortas.

"A informação que tenho, ainda não confirmada, é de que a pessoa não residiria naquela habitação e, até por isso, é estranho que lá tenha aparecido", apontou.

O alerta para o incêndio foi dado às 1h23. No local estiveram 23 elementos e 11 veículos da Polícia de Segurança Pública (PSP), dos Bombeiros de Vila Real e de Castro Marim, INEM, PJ, Proteção Civil Municipal e empresa e-Redes.

[Notícia atualizada às 14h45]

Leia Também: Colisão entre dois veículos deixa duas pessoas feridas no Montijo

Recomendados para si

;
Campo obrigatório