Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 22º

Rangel lamenta morte do jornalista Pedro Cruz. "Profissional por vocação"

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, lamentou hoje a morte do jornalista Pedro Cruz, aos 53 anos, lembrando-o como um "profissional por vocação".

Rangel lamenta morte do jornalista Pedro Cruz. "Profissional por vocação"
Notícias ao Minuto

15:31 - 21/04/24 por Lusa

País Óbito

O governante falava no 31.º Congresso do CDS-PP, em Viseu, na qualidade de ministro, mas também de vice-presidente do PSD.

"Foi com enorme pesar que soubemos hoje da morte de Pedro Cruz, um grande jornalista, um homem de imensa afabilidade, um profissional por vocação e que é da geração do senhor primeiro-ministro e da minha", lamentou.

O social-democrata disse ter recebido a notícia com "enorme choque".

"Em nome do governo português, queria transmitir à família as nossas condolências e também a todos os jornalistas portugueses. Porque acho que ele representava bem a classe profissional", afirmou.

O jornalista Pedro Cruz morreu hoje, aos 53 anos, vítima de um cancro do pulmão, no hospital CUF Tejo, em Lisboa, confirmou à Lusa a família.

Pedro Cruz estava atualmente na direção da Global Media e foi também diretor da rádio TSF. Destacou-se ao serviço da SIC, na qual trabalhou desde o final da década de 90 (1998/99) até 2021 e exerceu os cargos de coordenador da redação do Porto e subdiretor de informação do canal.

As áreas de política e de internacional eram aquelas que acompanhava mais de perto, tendo estado presente em diversas situações de conflito e tensão internacional, nomeadamente Kosovo, Síria, Albânia, Haiti, Líbano ou Ucrânia.

Leia Também: As reações à morte de Pedro Cruz: "Era e será o jornalismo como vocação"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório