Meteorologia

  • 14 ABRIL 2024
Tempo
29º
MIN 18º MÁX 29º

MP arquiva caso da morte de idosa em ambulância após alta de hospital

O hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, determinou a abertura de um processo de inquérito.

MP arquiva caso da morte de idosa em ambulância após alta de hospital

Na sequência da investigação da morte de uma mulher na ambulância que a transportava a casa, depois de receber alta do Hospital São Francisco Xavier, em dezembro, a Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou esta sexta-feira que o caso foi arquivado.

"Relativamente a essa matéria, correu termos no Ministério Público de Oeiras um inquérito que conheceu despacho final de arquivamento", referiu a PGR em resposta a um pedido de esclarecimento do Notícias ao Minuto.

A informação surge na sequência de uma notícia da SIC Notícias que dava conta de que o Ministério Público (MP) estava a investigar a morte da idosa, de 87 anos, que tinha Alzheimer e estava acamada há dois anos.

A octogenária teve de ser assistida naquela unidade hospitalar depois de sentir mal durante a noite, de acordo com a estação televisiva. Recebeu pulseira laranja, fez análises e tomou medicação, tendo ficado sob vigilância durante a noite.

No dia seguinte recebeu alta hospitalar e foi transportada de ambulância até a casa, a uma distância de cerca de cinco quilómetros do hospital, de acordo com a neta da vítima à SIC Notícias.

Apesar de ter saído às 18h00 do hospital, só chegou perto das 20h00. "Tocaram-nos à campainha, um bombeiro, que pediu para descermos para vermos se o estado normal da minha avó era assim. Descemos e deparamo-nos com um cenário macabro. Vimos a minha avó deitada sobre um doente lúcido, gelada, roxa, sem qualquer tipo de reação. A minha avó estava já em pedra", contou ainda Rafaela. 

O óbito foi declarado, 20 minutos depois, naquela ambulância, à porta de casa. 

A unidade hospitalar confirmou ao Notícias ao Minuto que o atual Conselho de Administração, que entrou em funções apenas no início deste mês, determinou a abertura de um processo de inquérito. No entanto, da análise prévia do processo, "não se encontra qualquer situação inadequada do ponto de vista da atuação clínica". Deste modo, enquanto a idosa "permaneceu no Hospital de São Francisco Xavier não há registo de qualquer situação anómala".

"Ao tomar conhecimento desta ocorrência, e das averiguações em curso, o atual Conselho de Administração irá determinar a abertura de um processo de inquérito, tendo como objetivo avaliar a informação existente e as decisões tomadas no âmbito da assistência hospitalar", lê-se numa resposta enviada ao Notícias ao Minuto.

Leia Também: MP averigua morte de idosa em ambulância após alta do S. Francisco Xavier

Recomendados para si

;
Campo obrigatório