Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 21º

As imagens do momento em que Montenegro é atingido com tinta verde

Ativistas climáticos atingiram o líder do PSD num protesto pelo clima.

Notícias ao Minuto

12:45 - 28/02/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Ativismo Climático

O presidente do Partido Social Democrata (PSD) foi, esta quarta-feira, atingido com tinta verde por ativistas climáticos do movimento Fim ao Fóssil.

Estão, neste momento, "cinco pessoas 'retidas' numa sala", alegou o grupo na rede social Telegram, afirmando que "a polícia está a impedi-los de sair".

Já em comunicado, o porta-voz do grupo Vicente Magalhães disse que "nenhum partido tem um plano adequado à realidade climática" e "nenhum programa político prevê como vamos fazer a transição justa nos prazos da ciência".

"Vivemos em emergência climática. Nenhum partido tem legitimidade para criar Governo se continuar a ignorar a maior crise que a humanidade já enfrentou", continuou o porta-voz do grupo, que "alerta para o facto das eleições em 2024 darem mandato até 2028, ou seja, que este seria o último mandato para garantir fim aos fósseis até 2030".

Os estudantes do Fim ao Fóssil "prometem", ainda, "voltar", garantindo que "esta primavera vão mobilizar estudantes nas escolas e interromper o funcionamento das instituições de poder que dizem estar 'a condenar o nosso futuro'".

O presidente do PSD, Luís Montenegro, foi atingido com tinta verde por um jovem à entrada da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), onde se deslocou em campanha eleitoral.
 
O jovem foi imediatamente afastado por um agente da PSP e Luis Montenegro reagiu com humor, dizendo: "Estou preparado para tudo".

Já o presidente do CDS-PP, Nuno Melo, parceiro de coligação do PSD nas listas da AD, que acompanhava Luís Montenegro na visita, considerou tratar-se de um "ato cobarde e infantil".

Leia Também: Pedro Nuno condena protesto com tinta contra Luís Montenegro

Recomendados para si

;
Campo obrigatório