Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 29º

Idosa três dias num cadeirão no Beatriz Ângelo? "Aumento de procura"

Sem vaga para ser internada, a mulher ficou a inalar oxigénio na zona das urgências.

Idosa três dias num cadeirão no Beatriz Ângelo? "Aumento de procura"

Uma idosa, de 87 anos, estava na quarta-feira há três dias nas urgências do Hospital Beatriz Ângelo (HBA), em Loures, sem vaga para ser internada. A unidade hospitalar confirmou ao Notícias ao Minuto "o aumento de procura" neste serviço.

"O Hospital Beatriz Ângelo confirma as condições de aumento de procura do seu Serviço de Urgência, que poderão causar constrangimentos pontuais", referiu o gabinete de Comunicação e Relações Públicas do hospital em resposta a um pedido de esclarecimento do Notícias ao Minuto.

Ao que tudo indica, de acordo com a notícia avançada pelo jornal Correio da Manhã, a mulher terá dado entrada na tarde de segunda-feira com sintomas de falta de ar e só foi vista por um médico cerca de 22 horas depois.

Desde então, a octogenária ficou sentada num cadeirão, a inalar oxigénio, numa enfermaria das urgências, por aparente falta de vaga para internamento.

O mesmo jornal dá conta que, entretanto, a mulher - que sofre da doença de Alzheimer - foi colocada numa maca, mas continua no serviço de urgências, revelando ainda que não foi autorizada a entrada de acompanhante, segundo informações disponibilizadas pela neta da utente.

O Notícias ao Minuto contactou ainda a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS), que remeteu esclarecimentos para mais tarde.

Leia Também: IGAS abre "processo de inspeção" a caso de grávida que perdeu gémeas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório