Meteorologia

  • 13 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 25º

Presidente da Câmara de Vagos substituído por Paulo Sousa no final do mês

O presidente da Câmara de Vagos e número dois na lista da coligação Aliança Democrática (AD) às legislativas pelo distrito de Aveiro revelou hoje que irá suspender funções no final do mês, sendo substituído pelo vice-presidente, Paulo Sousa.

Presidente da Câmara de Vagos substituído por Paulo Sousa no final do mês
Notícias ao Minuto

11:59 - 17/01/24 por Lusa

País Vagos

O social-democrata Silvério Regalado é o número dois da lista da AD às eleições legislativas pelo círculo eleitoral de Aveiro, que surge encabeçada por Emídio Sousa, presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.

Em declarações à agência Lusa, o autarca de 44 anos indicou que irá suspender funções no final do mês, no dia em que a lista der entrada no tribunal, passando a liderança da autarquia para as mãos do atual vice-presidente, Paulo Sousa.

"Posteriormente, e com a eleição, terei de fazer a opção de tomar posse como deputado e suspender a função de presidente de Câmara ou eventualmente pedir a exoneração da função", indicou.

Silvério Regalado, que cumpre o terceiro e último mandato à frente do município, garantiu que sairá "de consciência perfeitamente tranquila" relativamente ao trabalho que levou a cabo, com a sua equipa, na última década.

"O trabalho que foi feito está à vista de todos. Hoje, o concelho de Vagos é mais dinâmico do ponto de vista económico, cresceu em termos de população, em número de empresas, em número de empregos, na população escolar, e tem hoje um conjunto de respostas, do ponto de vista desportivo e cultural, maior do que há 10 anos: portanto, faço um balanço global extremamente positivo", referiu.

Até à sua saída, conta ainda lançar "duas empreitadas importantes", nomeadamente a requalificação da rua Padre Vicente Maria da Rocha e a construção da ligação entre a Zona Industrial Vagos e a A17.

"Estou certo de que esta equipa vai continuar a trabalhar sob a liderança do engenheiro Paulo Sousa, nos próximos tempos, para poder continuar a dar as respostas à população. Também estão comprometidos com o programa eleitoral que apresentámos aos vaguenses em 2021", evidenciou.

No seu entender, a estratégia do executivo municipal, nos últimos dez anos, colocou as pessoas e os cidadãos de Vagos no centro das suas prioridades, conseguindo ainda "colocar o concelho no mapa e em local de referência".

"Com a minha saída, a Câmara fica bem entregue, estou totalmente tranquilo quanto a essa matéria. A maioria dos elementos acompanha-me desde 2013, sendo uma equipa bastante preparada, com experiência autárquica e uma componente humana que é muito importante", concluiu.

Portugal vai ter eleições legislativas antecipadas em 10 de março, marcadas pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na sequência da demissão do primeiro-ministro, António Costa, em 07 de novembro de 2023, alvo de uma investigação do Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça.

Leia Também: Suspeito de violência doméstica detido por posse de canábis em Vagos

Recomendados para si

;
Campo obrigatório