Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 27º

Guinness retira temporariamente título de cão mais velho do mundo a Bobi

Idade do rafeiro alentejano foi colocada em causa. Caso está a ser investigado.

O Guinness World Records retirou "temporariamente" o título de 'cão mais velho do mundo' ao rafeiro alentejano Bobi, enquanto investiga a sua idade, revelou um porta-voz da organização ao The Times.

"Enquanto a nossa investigação está em andamento, decidimos suspender temporariamente os títulos de 'cão mais velho vivo' e 'cão mais velho do mundo', até que tudo seja apurado", cita o jornal britânico.

Recorde-se que a comunidade veterinária levantou dúvidas sobre a idade do cão português depois de este morrer, em outubro de 2023.

Em fevereiro do ano passado, Bobi tornou-se numa estrela, ao ser distinguido com o título de 'cão mais velho do mundo' pelo Guinness, depois de ter completado 30 anos e 266 dias.

A esperança média de vida dos rafeiros alentejanos de raça pura é de 12 a 14 anos.

Donos só registaram Bobi um ano antes da sua morte

Segundo o The Times, as dúvidas quanto à veracidade da idade de Bobi acentuaram-se perante a divulgação de fotos antigas do rafeiro alentejano, onde este aparece com patas brancas, algo bem diferente do que acontecia nas fotos mais recentes, onde era completamente castanho.

Outro dado que deu azo à investigação, segundo a revista Wired, é o facto de os donos só o terem registado um ano antes de morrer.

Na altura, o dono de Bobi declarou que o cão tinha nascido em 1992. Contudo, à revista, um funcionário do banco de dados confirmou que “não havia dados que pudessem confirmar ou negar esta afirmação”.

Recorda a Wired que, em Portugal, o registo de animais nascidos antes de 2008 só se tornou obrigatório em outubro de 2020.

Leia Também: Norte-americana de 92 anos é a mulher mais velha a praticar ski aquático

Recomendados para si

;
Campo obrigatório