Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 26º

Trabalhadores da TSF confirmam que foram informados do pedido de demissão

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TSF, da Global Media Group (GMG), "confirma que foi informada do pedido da demissão da parte da direção" da rádio, num comunicado a que a Lusa teve hoje acesso.

Trabalhadores da TSF confirmam que foram informados do pedido de demissão
Notícias ao Minuto

01:41 - 13/12/23 por Lusa

País TSF

"Na sequência da reunião da Comissão de Trabalhadores da TSF com a administração da Global Media Group, na qual estiveram presentes o CEO [presidente executivo] José Paulo Fafe e o administrador financeiro Filipe Nascimento", o órgão recorda que hoje, pelas 12:00, decorre uma assembleia de trabalhadores.

"Na reunião serão comunicadas as informações recolhidas por esta comissão sobre os pagamentos, o plano de saídas e o eventual despedimento coletivo num quadro que, a administração insiste, é de grave situação financeira", adianta a CT da TSF.

"Face também às noticias que foram veiculadas esta noite, a Comissão de Trabalhadores confirma que foi informada do pedido de demissão por parte da direção da TSF", conclui o órgão representativo dos trabalhadores.

De acordo com um comunicado interno da administração da Global, datada de 06 de dezembro, a GMG vai negociar "com caráter de urgência" rescisões com 150 a 200 trabalhadores e avançar com uma reestruturação para evitar "a mais do que previsível falência do grupo".

A atual direção da TSF, constituída por Rui Gomes (diretor-geral), Rosália Amorim (diretora de informação) e Artur Cassiano (subdiretor de informação) iniciaram funções no passado dia 02 de outubro, ou seja, há pouco mais de dois meses.

"Estamos certos da capacidade desta nova liderança na concretização dos principais objetivos definidos para a TSF, e que passam por um novo ciclo de reforço de investimento em recursos humanos, infraestruturas e inovação, fator essencial para o crescimento e afirmação de uma marca histórica de rádio em Portugal", referiu, na altura, a administração da GMG, em comunicado

"Nos últimos 10 anos, a TSF - Rádio Jornal Notícias acumulou sucessivos passivos, na ordem dos 10 milhões de euros. Só este ano e até setembro o prejuízo cifra-se em 1,3 milhões de euros, valor esse idêntico ao encerramento de contas de 2022, existindo a previsão que até final deste ano possa atingir um valor de cerca de dois milhões de euros", apontou a administração.

Esta "será uma última e decisiva tentativa de salvar um projeto que se encontra insustentável devido ao rumo seguido na última década e em especial nos últimos anos", lia-se no comunicado divulgado no final de setembro

"Todos os trabalhadores e colaboradores da TSF podem contar com o determinado empenho da administração da GMG para relançarmos e consolidarmos a força da TSF", referia aadministração, em comunicado.

Em 20 de setembro, os trabalhadores da TSF estiveram pela primeira vez em greve nos 35 anos de existência da rádio, tendo reivindicado a defesa de aumentos salariais, pagamento pontual de vencimentos e a manutenção da direção de Domingos Andrade, com os delegados sindicais a darem conta de uma adesão total.

O ministro da Cultura vai receber hoje à tarde uma delegação de jornalistas das várias marcas da GMG.

Leia Também: Deputados chamam ERC, sindicato e trabalhadores da TSF, JN e O Jogo à AR

Recomendados para si

;
Campo obrigatório